EDUCAÇÃO - Estudantes do Ensino Médio retomam atividades presenciais

Enquanto a maioria dos alunos gaúchos voltaram na segunda (10), Cecy Leite Costa adiou para quarta (12) a presencialidade do ensino

Por
· 2 min de leitura
Luciano Breitkreitz/ON Luciano Breitkreitz/ON
Luciano Breitkreitz/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Os estudantes de primeiros anos do Ensino Médio retornaram às salas de aula na segunda-feira (10) após meses de ensino remoto. De forma escalonada, conforme o calendário da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), os educandos de 2ºs e 3ºs anos voltam na quarta-feira (12).

Com um número reduzido de estudantes em cada turma, o rodízio também será adotado pelos centros educativos, seguindo a orientação da Seduc. Isso significa que, enquanto uma parcela dos alunos está em sala de aula, os demais permanecem em casa com o aprendizado online.

Esse mecanismo de ensino híbrido está sendo aplicado para todos os níveis educacionais. Na última segunda-feira (3), quando a retomada das aulas foi iniciada pelos primeiros anos da Educação Infantil e Ensino Fundamental, seguido pelos anos finais na última sexta-feira (7), a adesão da presencialidade abrangeu 72,5% das escolas gaúchas, de acordo com um balanço elaborado pela Secretaria de Educação e divulgado no sábado (8). Nos primeiros cinco dias da volta do ensino presencial, disse a Seduc, 1.303 escolas receberam alunos.

Na rede privada, cujas aulas foram retomadas no final de abril, esse percentual foi maior, segundo aponta o levantamento elaborado pelo Sindicato do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (SINEPE/RS). Em 90 instituições contatadas pela entidade de classe, a presencialidade dos pequenos estudantes da Educação Infantil foi de 80 a 100% enquanto a adesão dos alunos de ensino fundamental caiu para 60,2% nas escolas. “Sabemos o quanto a escola é importante para o desenvolvimento cognitivo e emocional dos alunos, especialmente dos pequenos. O ambiente presencial favorece muito mais a aprendizagem dos estudantes em todas as etapas de ensino”, avaliou o presidente do SINEPE/RS, Bruno Eizerik.

Cecy Leite Costa adia retomada

Mesmo que quase a totalidade dos estudantes gaúchos voltaram à rotina escolar ontem com a reabertura dos portões, os educandos matriculados no Instituto Estadual Cecy Leite Costa, em Passo Fundo, devem retornar à presencialidade do ensino na quarta-feira (12) junto com os demais alunos dos 2ºs e 3ºs anos.

A exceção, explicou o diretor do Cecy Leite Costa, Rodrigo Rodrigues, é atribuída à necessidade demandada pela escola em ajustar os protocolos e ações internas de segurança sanitária. “Preferimos adiar por um ou dois dias, mas fazer com cautela”, justificou. Ainda assim, apenas 30% dos 1 mil estudantes matriculados no instituto educacional público assinaram o termo necessário para frequentar as aulas presenciais. “Esse é outro fator porque nem todos os alunos se manifestaram se vão ou não retornar e precisamos ter uma previsão para fazer os horários dos professores”, afirmou o diretor.

O ensino técnico oferecido pelo centro de ensino retorna no dia 13 de maio, conforme o cronograma estadual.

Junto com o mesmo sistema híbrido adotado em todas as redes de ensino, o transporte escolar para os estudantes da rede municipal de educação também foi reativado. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Passo Fundo (PMPF), motoristas e monitores receberam um treinamento de aferição de temperatura e cumprimento dos protocolos sanitários durante os deslocamentos dos itinerários. “Como a maior parte das escolas que retornaram são EMEIS e os alunos residem próximos aos centros educativos, e os pais precisam deixar os filhos nos primeiros dias pra receber as orientações dos professores, ainda tem sido um volume bem baixo de transporte”, justificou o setor de comunicação. 


Gostou? Compartilhe