Julho Sem Plástico: conscientizar para reduzir

Movimento promove a conscientização sobre a importância da redução do lixo plástico

Por
· 2 min de leitura
Substituição de materiais contribuem para diminuição do lixo plástico (Foto: Leonardo Andreoli/UPF)Substituição de materiais contribuem para diminuição do lixo plástico (Foto: Leonardo Andreoli/UPF)
Substituição de materiais contribuem para diminuição do lixo plástico (Foto: Leonardo Andreoli/UPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

Você já parou para pensar na quantidade de lixo plástico que produz? Em um mundo onde tudo muda a todo o momento, e o consumo se amplia a cada dia, por que não utilizar formas mais sustentáveis e que não prejudiquem ainda mais a natureza? O movimento “Julho Sem Plástico” se tornou mundial e tem como objetivo conscientizar a população sobre a promoção do consumo consciente, e da necessidade de substituição do uso do plástico por outros materiais biodegradáveis, menos nocivos ao meio ambiente.

De acordo com a coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental da Universidade de Passo Fundo (PPGEng/UPF), professora Dra. Luciana Brandli, que atua em pesquisas relacionadas à sustentabilidade, Agenda 2030 e desenvolvimento sustentável, atuante também no Movimento Green Office, o aumento do consumo do plástico vem chamando a atenção de líderes governamentais de todo o mundo. “Projeções para 2050 indicam que o consumo de plástico irá quadruplicar. O plástico é encontrado em diversos produtos usados diariamente. Por ser um material extremamente resistente, demora milhares de anos para se decompor, e pode causar severos danos ao meio ambiente e aos seres vivos, se seu descarte for irregular, colaborando para o aumento da poluição e extinção de espécies”, comentou.

Segundo levantamento da mestranda Giovana Reginatto, que também integra o Green Office, no mundo, aproximadamente 400 milhões de toneladas de plástico são produzidas a cada ano, e 11 milhões de toneladas são colocadas diretamente no oceano. O Brasil está entre os quatro países com maior geração de resíduos plásticos, produzindo cerca de 11,3 milhões de toneladas, e somente 1,28% é reciclada, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China e Índia. “Por isso, mudar os hábitos e comportamentos, buscando um consumo consciente e sustentável, é muito importante para a redução do consumo de plástico”, comenta Luciana.


Faça sua parte

Pequenas ações quando realizadas em escala global, fazem a diferença. Na UPF, algumas ações já são promovidas, como a não utilização de canudos e copos plásticos, e o incentivo ao uso de copos e canecas reutilizáveis.

De acordo com a professora Luciana, para reduzir o consumo de plástico em casa ou no trabalho, algumas atitudes podem fazer a diferença, como utilizar jornal para forrar a lixeira, em vez de sacola/saco plástico; ao fazer compras, optar pela sacola reutilizável; na hora de comprar sabonetes, shampoos e/ou condicionadores, optar pelas opções em barra; escolher as opções de frutas e verduras soltas, sem utilizar o plástico;


Green Office

O Green Office UPF é uma estrutura responsável pela gestão da sustentabilidade na UPF e já aderiu ao desafio do movimento Plastic Free July, o qual tem o propósito de estimular as pessoas a não utilizarem plástico durante todo o mês de julho. Para saber mais sobre o Julho Sem Plástico acesse https://www.plasticfreejuly.org/take-the-challenge/


Gostou? Compartilhe