Centro de Oncologia Infantil está se tornando realidade

Objetivo é criar espaço especial dentro do Hospital São Vicente de Paulo

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O Hospital São Vicente de Paulo atende hoje em torno de 40 crianças e adolescentes no setor de oncologia, que ficam internados no mesmo espaço de outros pacientes. Em 2012 iniciou um movimento com o ex-deputado Beto Albuquerque para captar verba e viabilizar a construção de um centro de oncologia infantil e, desta forma, criar um espaço exclusivo para as crianças e adolescentes. O médico Pablo Santiago, e o Administrador Ilário De David foram a Santa Maria conhecer as dependências do centro naquele município. Beto Albuquerque garantiu no orçamento da União, emenda de R$ 850 mil. 

O médico pediatra, a administração do hospital, voluntários e equipe que trabalha com as crianças e a adolescentes estiveram visitando parte do Centro de Oncologia Infantil que já está com 70% da obra concluída, sendo necessário o acabamento e compra de equipamentos. Pablo Santiago destaca a importância dos detalhes no acabamento e escolha de produtos e cor dos mesmos para criar um ambiente adequado para crianças, que muitas vezes ficam por dois meses ou mais internadas. Salas de cinema, de leitura, tablets e também um temas na decoração para que este espaço esteja diferenciado do restante do hospital. Para isto toda a sexta-feira o grupo estará reunido para definir custos, meta, prazos e parcerias. “Precisamos de pessoas que colaborem e desta forma possamos ter um espaço lúdico, de tratamento e de atendimento especial para as crianças”, diz Doutor Pablo.

Ilário De David destaca que até o final deste ano será entregue a primeira parte, que incluem espaços lúdicos, atendimento ambulatorial e o HSVP tem a projeção na ampliação de 400 M² para construção de 16 quartos, tão logo o laboratório seja transferido de local. “Queremos criar um espaço especial e com tudo próximo e desta forma facilitar o trabalho dos profissionais e o atendimento dos pacientes”, diz Hilário.

 

Gostou? Compartilhe