Startup passo-fundense é eleita a melhor do país

Acordos Brasil realiza mediação online de conflitos envolvendo o direito patrimonial

Por
· 1 min de leitura
Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação
Foto: Divulgação
Você prefere ouvir essa matéria?

A startup passo-fundense Acordos Brasil recebeu a premiação Distrito Awards, entregue pelo maior hub de inovação da América Latina, na categoria Legaltech. O reconhecimento neste nicho, que reúne os segmentos de tecnologia e software aplicados aos serviços jurídicos, veio após um ano de fundação da empresa especializada em mediação online envolvendo casos judiciais patrimoniais.  

O procedimento, explica o CEO da startup, Ralfe Romero, é realizado por um dos conciliadores com o auxílio da tecnologia da informação. “Criamos uma solução e uma alternativa mais rápida e eficaz para o Poder Judiciário para resolver os casos em, no máximo, 30 dias com o uso da tecnologia. No site ou aplicativo, é possível cadastrar o caso e anexar documentos. O mediador ou conciliador vai entrar em contato com a parte contrária para fazer um acordo”, esclareceu o advogado. “Sofríamos muito com a morosidade do Poder Judiciário. Hoje, o processo demora, em média, 8 anos e muitas pessoas morrem sem verem o seu direito alcançado”, observou Romero. 

A premiação, disputada por 650 startups, condecorou as 13 melhores por categoria eleitas pelo júri técnico e votação popular. “Esse prêmio já abriu muitas portas para nós. É um reconhecimento de um ano de trabalho duro, árduo e contínuo”, frisou o CEO. Com clientes físicos e jurídicos em 14 estados brasileiros, diz Romero, a equipe multiprofissional mira, agora, uma expansão internacional. “É a primeira startup do Brasil a fazer conciliação tributária e estamos trabalhando para oferecer o serviço em inglês, espanhol e chinês para estar em 5 países diferentes, começando pelos Estados Unidos”, revelou. “A gente quer ajudar os 66% dos brasileiros que estão endividados e ajudar as empresas a recuperar os créditos por inadimplência”, afirmou.  

Como funciona 

A assistência jurídica implementada pela startup realiza acordos, assinados pelas partes e duas testemunhas indicadas pelos advogados e conciliadores da Acordos Brasil. Caso a mediação não seja resolvida virtualmente, um relatório é entregue à parte demandante com o histórico de todo procedimento realizado para servir como prova em eventual processo judicial futuro.  

Além de pessoas físicas, os profissionais auxiliam empresas, bancos, municípios e Estados na recuperação de créditos. Antes do recebimento do prêmio nacional, a startup passo-fundense ficou entre as melhores soluções para o varejo, durante uma competição em um reality show televisivo, e firmou um convênio com o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, onde advogados receberão um cashback de 4% por acordo fechado. 


Gostou? Compartilhe