Estações de Leitura preparam a cidade para Jornada Nacional de Literatura

Por
· 1 min de leitura
Atividade aconteceu sábado à tarde no estádio Fredolino ChimangoAtividade aconteceu sábado à tarde no estádio Fredolino Chimango
Atividade aconteceu sábado à tarde no estádio Fredolino Chimango
Você prefere ouvir essa matéria?

Os 160 anos de Passo Fundo marcam não apenas pela data expressiva, mas também por ser ano de Jornadas Literárias. Na manhã ensolarada de sábado (5) aconteceu mais um projeto que busca “jornalizar” a cidade: a primeira Estação de Leitura. A atividade integra as ações da Pré-Jornadinha e da Pré-Jornada, assim como o Projeto Transversais: rotas leitoras e o Caminho das Artes.


 
Um teto de guarda-chuvas deixou o céu azul mais poético, dando permissão para soltar a imaginação e conhecer o mundo de infinitas possibilidades da literatura. Monstros, contos de terror, releituras, teatro, poesia e música foram algumas das expressões escolhidas pelos alunos para apresentar os trabalhos escolares conforme as propostas da Jornada. A primeira Estação de Leitura ainda teve dança, shows, desenho, pintura, grafite, xadrez gigante, capoeira, entre outras apresentações artísticas.


 
O objetivo, além de “jornalizar” a cidade, também é  “jornalizar” as escolas. “Aqui temos a finalização da primeira etapa da Pré-Jornadinha, ou seja, a hora em que as escolas confraternizam e mostram o que fizeram de atividades. É o protagonismo da criança, do professor e da escola nessa confraternização. As escolas mostram suas potencialidades”, disse a professora Fabiane Verardi Burlamaque, coordenadora da 16ª Jornada Nacional de Literatura ao lado do professor Miguel Rettenmaier. Sobre o envolvimento das escolas com a Jornada, Fabiane destaca a criatividade. “Estamos impressionados e muito felizes com o envolvimento e a receptividade dos alunos e professores”, finalizou.

 

Para o secretário de Educação, Edemilson Brandão, a participação das escolas é efetiva. “Todo o trabalho envolve a leitura que origina releituras e construção de materiais diversos. No entanto, é a dinâmica de apresentação do trabalho deles que constrói verdadeiramente o domínio da linguagem, da leitura e da apreciação literária. Os alunos não são apenas participantes da Jornada enquanto público, são protagonistas”, observou ele.

 

 
Próximos encontros do projeto Estações de Leitura


Data:12 de agosto – sábado
Horário: 8h30 às 11h
Local: EMEF Benoni Rosado (Rua Deputado Fernando Ferrari, 189 – São José).
 
Data: 19  de agosto – sábado
Horário: 8h30 às 11h
Local: EMEF Antonino Xavier (Rua Oscar Pinto, 903 – Vila Jardim).
 
Data: 26 de agosto – sábado
Horário: 8h30 às 11h
Local: EMEF Daniel Dipp (Rua São Sebastião, 1941 – Hípica).
 
Data: 02 de setembro – sábado
Horário: 8h30 às 11h
Local: EMEF Wolmar Salton (Rua Claudino Toldo, 155 – São Cristóvão).
 

Gostou? Compartilhe