UPF realiza gratuitamente declaração do ITR para a comunidade

O prazo para a declaração encerra em 30 de setembro

Por
· 1 min de leitura
O atendimento é online (Foto: Divulgação)O atendimento é online (Foto: Divulgação)
O atendimento é online (Foto: Divulgação)

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O prazo para a Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR) termina em 30 de setembro. O Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal da Universidade de Passo Fundo (NAF/UPF) realiza gratuitamente para a comunidade a declaração. Os professores e estudantes do curso de Ciências Contábeis estão atendendo a população via e-mail e Whatsapp.

A população pode enviar os documentos escaneados via e-mail ou foto pelo Whatsapp, juntamente com um número de telefone para contato em caso de dúvidas ou falta de documentos.

O contato para realização da declaração pode ser feito pelos seguintes e-mails e telefones:

  • Campus I - Passo Fundo: mirna@upf.br - Whatsapp: (54) 9 9957 3658
  • Campus Carazinho: kuki@upf.br – Whatsapp: (54) 9 9941 2572
  • Campus Lagoa Vermelha: webber@upf.br - Whatsapp (54) 9 9975 2625
  • Campus Casca: conte@upf.br – Whatsapp: (54) 9 9975 3196

Documentos necessários:

Para realizar a declaração do ITR é preciso encaminhar a declaração do imposto referente ao ano anterior. Para quem vai declarar pela primeira vez, é preciso apresentar o CPF do proprietário do imóvel rural, o CPF do cônjuge, além da escritura da terra, do código do imóvel rural no INCRA e o Número do Imóvel Rural na Receita Federal (NIRF). O profissional contábil também precisará saber sobre a utilização do imóvel rural para preencher corretamente a declaração.

Declaração

A DITR deve ser elaborada com uso de computador, por meio do Programa Gerador da Declaração do ITR, disponibilizado na página da Receita Federal. A declaração pode ser transmitida pela Internet ou entregue em uma mídia removível acessível por porta USB nas unidades da Receita Federal.

Multa em caso de atraso

A multa para quem apresentar a DITR depois do prazo é de 1% ao mês ou fração de atraso, lançada de ofício e calculada sobre o total do imposto devido, não podendo seu valor ser inferior a R$ 50,00. Se, depois da apresentação da declaração, o contribuinte verificar que cometeu erros ou omitiu informações, deve, antes de iniciado o procedimento de lançamento de ofício, apresentar DITR retificadora, sem a interrupção do pagamento do imposto apurado na declaração original.

Gostou? Compartilhe