Parceria entre UPF e Grazziotin capacita estudantes do ensino médio na área de TI

Projeto ZZ On formou, na quinta-feira, 7 de outubro, a primeira turma do curso

Por
· 3 min de leitura
Projeto ZZ On formou 20 estudantes do ensino médio (Foto: Natália Fávero/Divulgação UPF)Projeto ZZ On formou 20 estudantes do ensino médio (Foto: Natália Fávero/Divulgação UPF)
Projeto ZZ On formou 20 estudantes do ensino médio (Foto: Natália Fávero/Divulgação UPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

A área de Tecnologia da Informação nunca esteve tão aquecida. Este período de pandemia de Coronavírus acentuou ainda mais este cenário. Pensando em atender as demandas da sociedade, uma parceria entre a Universidade de Passo Fundo (UPF) e o Grupo Grazziotin viabilizou o projeto ZZ On, que formou na quinta-feira, 7 de outubro, 20 estudantes do ensino médio do segundo e terceiro ano de diversas escolas de Passo Fundo, que têm o interesse na área de Tecnologia de Informação, já com foco nas demandas dentro da empresa Grazziotin.

Realizado dentro do Programa Fábrica Experimental de Desenvolvimento e Teste de Software, o curso teve duração de 40 horas e ocorreu de forma presencial nos laboratórios do Instituto de Ciências Exatas e Geociências (Iceg), Campus I. Os alunos integrantes do projeto foram selecionados pelo Grupo Grazziotin. Entre as temáticas abordadas no curso estão conceitos básicos de TI, computação nas nuvens, ferramentas de edição e formatação de documentos, desenvolvimento de aplicativos, realidade virtual, inovação e tecnologia e segurança de dados.

Conhecimentos que ajudam e incentivam os estudantes que pensam em seguir na área de TI. “Tivemos uma base sobre TI. É uma área que está evoluindo muito e que está precisando de muitos profissionais. Essa foi uma oportunidade pra mim e para meus colegas de inclusão neste mundo da tecnologia. Tenho muita vontade de continuar nesta área. Esse curso agregou muito, porque deu uma base para construir uma carreira”, declara uma das formandas do projeto, Amanda Oliveira da Costa, 16 anos, que está cursando o segundo ano do ensino médio.

Desenvolver dispositivos móveis usando ferramentas de prototipação e outras ferramentas e tecnologias fazem parte do objetivo do curso. A parceria entre as instituições ajuda a atender as demandas da empresa na área de TI e promove conhecimento e capacitação para jovens estudantes. “O curso ensina uma série de tecnologias que eles vão usar na vida profissional deles, independente da área que seguirem. Além disso, consegue atender uma demanda da empresa, já que esta área está com bastante procura de profissionais e não há profissionais suficientes no mercado de trabalho”, salienta o coordenador do projeto, professor Me. Eder Pazinatto.

O egresso da UPF, Felipe Cecchin, que hoje é gerente de TI da Grazziotin, enfatiza o quanto esse curso pode fazer a diferença na vida destes jovens. “Enquanto profissional desta área, temos que incentivar que outras pessoas entendam a importância de estudar e se preparar para o mercado que nasce na frente deles. São jovens que ainda estão escolhendo a carreira. Eu fico muito feliz de ver a adesão e o benefício que a parceria com uma instituição de ensino, renomada como a UPF, traz pra eles e pra gente”, enfatiza Cecchin.

Uma ideia que nasceu lá em 2019 e que vem ao encontro do Grupo Grazziotin, que tem mais de 70 anos de fundação, com mais de 300 lojas no sul do país, e que tem em seu perfil desenvolver as pessoas. Percebendo a demanda por profissionais da área de TI e a dificuldade de encontrá-los no mercado de trabalho, a empresa primeiro começou a desenvolver os próprios colaboradores que tinham interesse na área, também em parceria com a UPF, e depois estenderam a iniciativa para jovens estudantes. “Temos uma grande necessidade de mão de obra e acreditamos que tudo se possa ensinar, desde que as pessoas queiram aprender. Por mais que não se tenha experiência, tem a UPF que pode nos trazer formação e atender as expectativas em relação aos profissionais”, enfatiza a diretora de Recursos Humanos da Grazziotin, Daniele Moraes de Oliveira, ressaltando que isso sempre foi um desejo da direção da empresa e a expectativa é que esses jovens possam se tornar colaboradores da Grazziotin, informando que muitos alunos formandos do curso já serão contratados.

Também participaram da cerimônia de formatura o coordenador da Divisão de Pós-Graduação da UPF, setor lato sensu, professor Me. Marcos José Brusso, representando a Vice-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Assuntos Comunitários, o professor Me. José Mauricio Carré Maciel, representando os cursos da área de TI da UPF, e o professor Me. Jaqson Dalbosco, coordenador do Programa Fábrica Experimental de Desenvolvimento e Teste de Software.

Gostou? Compartilhe