Acordo entre Brasil e França favorece Estado

Governo Federal considera o Estado como o mais avançado nas políticas de promoção no desenvolvimento de parques tecnológicos

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Os governos brasileiro e francês, em debate realizado nesta terça-feira (11), em Paris, reafirmam a posição de que a melhor forma de enfrentar a crise global é aumentando os investimentos públicos para manter as economias aquecidas, gerando mais emprego e distribuindo renda para os trabalhadores. As posições foram consolidadas durante a abertura do "Fórum pelo Progresso Social: o crescimento como saída da crise", coorganizado pelo Instituto Lula e pela Fundação Jean Jaurès. 

A semelhança nas estratégias dos presidentes Dilma Rousseff e François Hollande  está gerando uma série de acordos entre os países para a troca de experiências e tecnologias, além dos estreitamento das relações comerciais. Entre os documentos firmados entre Brasil e França está o de colaboração para criação e desenvolvimento de Parques Tecnológicos. Essa cláusula irá beneficiar diretamente o Rio Grande do Sul, já que o Governo Federal considera o Estado como o mais avançado nas políticas de promoção de desenvolvimento deste setor. 

"Nossa estratégia de apoiar e disseminar a criação de parques e polos tecnológicos, através do RS Tecnópole, já está dando resultados. Os investimentos em alta tecnologia e qualificação da mão de obra vão dar suporte ao aquecimento de toda a nossa cadeia produtiva", destacou o governador Tarso Genro que acompanha a predidente Dilma no roteiro internacional. 

No mês passado, Tarso e comitiva gaúcha reuniram-se com a ministra do Ensino Superior e Pesquisa da França, Geneviève Fioraso, com quem foram estabelecidos termos do programa de trabalho comum entre o Rio Grande do Sul e o país europeu. Em função deste contato, é que o governador gaúcho foi convidado para integrar a missão. 

"É preciso muita cooperação, diálogo e que se assuma um compromisso com o crescimento, o emprego, a justiça social e o meio ambiente, para que se possa criar um caminho sustentável para saída da crise", afirmou Dilma. 

Ainda nesta terça-feira, Tarso acompanhou Dilma no encontro com o deputado Claude Bartolone, presidente da Assembleia Nacional da França. No fim do dia, haverá um jantar no Palácio do Eliseu em homenagem à comitiva brasileira.

Governo do Estado

Gostou? Compartilhe