OPINIÃO

O mito mais prejudicial a negócios imobiliários

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Desde que comecei a atuar como corretor de imóveis, um dos maiores desafios que encontrei foi desmistificar o mercado imobiliário. Quem trabalha no ramo ou já precisou de algum serviço sabe bem do que estou falando. Apesar do segmento imobiliário ter se transformado muito com o passar dos anos, se profissionalizando com processos mais bem estruturados, contando com mais tecnologia e equipes melhor qualificadas, vejo que ainda existem algumas percepções bastante equivocadas a serem derrubadas por nós, profissionais da área. Um dos maiores e mais problemáticos mitos, é de que anunciar no maior número de imobiliárias possível favorece a venda ou a locação de imóveis. Além de ser bastante comum, esse é um conceito que na prática se mostra um péssimo aliado ao proprietário.

 

Infelizmente a exclusividade ainda é interpretada como um limitador de bons negócios, quando, na verdade, potencializa as chances de vender ou alugar mais rápido e com um melhor preço. Ao contrário do que muitos pensam, anunciar um imóvel em mais de uma imobiliária não é a melhor opção por diversos motivos. O primeiro e mais evidente é a impressão que um imóvel coberto por placas pode gerar ao mercado. Como não imaginar que o proprietário está disposto a vender ou alugar a qualquer custo? Afinal, o imóvel pode estar disponível há tempo suficiente para o proprietário aceitar propostas inferiores ao real valor de mercado. E se realmente estiver disponível a muito tempo, será que existe algum problema sério com a estrutura deste imóvel? Não há dúvida de que essas impressões afastam potenciais compradores ou inquilinos.

 

O contrário, porém, se mostra muito mais efetivo. Em pesquisa realizada pelo CRECI de Minas Gerais identificou-se que 89% dos imóveis negociados com maior agilidade tinham contrato de exclusividade. Mais do que evitar transmitir uma imagem errada ao público que está procurando um imóvel para comprar ou alugar, imóveis exclusivos dão maior fluidez às negociações. Como proprietário é preciso considerar o poder de barganha de quem está do outro lado. Disponibilizar seu imóvel em mais de uma imobiliária aumenta a concorrência e diminui seu controle sobre as negociações. Além de ser bastante confuso para o proprietário, ter que negociar com muitos profissionais toma tempo e pode facilmente desvalorizar o seu imóvel.

 

Concentrar as negociações em um só profissional é, sem dúvidas, a forma mais inteligente de obter um bom negócio. Conhecendo muito bem o imóvel e suas intenções com a venda ou locação, o corretor vai saber atuar da forma mais efetiva possível filtrando ofertas que sejam realmente interessantes, economizando seu tempo e protegendo contra propostas furadas.

 

O comprometimento da imobiliária ou do corretor aumenta consideravelmente com imóveis exclusivos, pois dedicar o maior esforço ao produto com maior potencial de retorno é sempre mais vantajoso. O investimento em mídia é maior, a qualidade dos anúncios é superior e a visibilidade, consequentemente, é enorme. Isso porque além de site e redes sociais, as imobiliárias também investem em outros canais de busca, desde Google e portais imobiliários, até meios mais tradicionais como, jornal, rádio, televisão, revistas e panfletos.

 

No final das contas, o mito de anunciar em várias imobiliárias cai por terra quando a exclusividade mostra na prática os melhores resultados. Entre uma opção e outra, a melhor sempre será aquela que priorizar o seu imóvel trabalhando com inteligência e credibilidade.

Gostou? Compartilhe