OPINIÃO

Cinquentona com muito orgulho

Por
· 3 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Este mês de outubro está sendo especial para a Unimed-Erechim. Para celebrar os 50 anos de fundação, completados na terça-feira (05), a cooperativa médica, pioneira no RS, deu início a programação especial. No sábado (02), a atual diretoria, presidida pelo médico Luís Felipe Leães, prestou homenagem aos fundadores, entre os quais o casal Ilson Romeu Schirmbeck e Terezinha Foohs Schirmbeck, Rubens José Munaretto, e Nilso Zaffári, bem como aos presidentes Sérgio Benito Maccagnini, Leonel Dário Lanius, Milton Serpa, Nilso Zaffari e Alcides Mandelli Stumpf. Também foram jubilados treze médicos cooperados, dentre os quais a Dra. Roseli Pavinatto Tagliari. Conhecida pelo alto padrão de qualidade, a Unimed Erechim conta com 224 médicos cooperados, cerca de 260 colaboradores, e os mais de 23 mil beneficiários, distribuídos em 35 municípios do Alto Uruguai. Sua infraestrutura oferece Laboratório de Análises Clínicas, três farmácias, Hospital Unimed, Centro de Diagnóstico por Imagem e Clínica de Fisioterapia. De igual modo serviço de Saúde Ocupacional e de Medicina Preventiva, e conta com o suporte de dezesseis hospitais, 42 clínicas de diagnóstico, oito clínicas de fisioterapia, dezesseis laboratórios de análises clínicas e um banco de sangue conveniado.

 

II - Na terça-feira (05) a imprensa foi recebida no Anfiteatro Dr. Sérgio Benito Maccagnini para uma coletiva. Na ocasião foi lançado o livro “Unimed Erechim 50 anos - Um feliz reencontro com a história - Presente, passado e futuro / 1971 - 2021. A obra com mais de duas centenas de páginas, impressa pela Edelbra teve como coordenador geral o Dr. Luís Felipe Leães, supervisão do Dr. Alcides Mandelli Stumpf e autoria do jornalista e escritor Salus Loch. A pesquisa histórica foi da Mestra Neusa Cidade Garcez e de fotográfica do jornalista Rodrigo Finardi. O projeto gráfico, diagramação e capa de Lucas De Toni Reginatto, a revisão linguística da Dra. Lúcia Balvedi Pagliosa, e a revisão geral do Dr. Rubens José Munaretto. O trabalho também contou com a colaboração de Carla Sangalli Spiazzi, Cleusa Daronch, Diana Rocha, Gabriele Pereira, Leonice Simonetto e Rúbia Paiz. A inclusão de todos os envolvidos no trabalho que resultou numa belíssima obra, que vem enriquecer a historiografia regional, é mais do que necessária. Este escriba, que também se dedica a pesquisa histórica, espera que a iniciativa inspire instituições privadas e públicas a fazerem o mesmo, resgatando e trazendo a lume suas trajetórias.

 

III - Já no primeiro capítulo do livro, que deverá ser distribuído às bibliotecas da região, uma revelação surpreendente. Como não poderia deixar de ser, a relação dos 26 médicos signatários da ata da fundação, ocorrida no dia 05 de outubro de 1971. Dentre eles a coluna destaca Adélio de Souza Dornelles, Ilson e Terezinha Schirmbeck, e Olavo Walter Padaratz, todos de Getúlio Vargas, e João Paulo Berto, do então Bairro Estação Getúlio Vargas. O embrião do que viria ser a Unimed Erechim surgiu no outono do mesmo ano, logo após uma reunião-almoço realizada na Cervejaria Serramalte. Foi no encontro ocorrido nas dependências da indústria instalada no número 673 da Rua Alexandre Bramatti, quando foi lançada a cerveja Extra Luxo, que os idealizadores da Unimed tiveram o primeiro contato com o cooperativismo médico. O fato, registrado na página 14, revela que atendendo o convite do colega Adélio Dornelles o médico Pombo Dornelles viajou de Porto Alegre para Getúlio Vargas para compartilhar seus conhecimentos sobre o tema. Tanto os médicos anfitriões, como os colegas Raymundo Zanin, Sérgio Maccagnini, Nilso Zaffari, Rubens Munaretto, Alfeo Teixeira e Carlos Fasolo, vindos de Erechim, se entusiasmaram, arregaçaram as mangas e transformaram o sonho em realidade.

 

# A Praça Flores da Cunha entrou na pauta da reunião do Conselho Municipal do Turismo, ocorrido na manhã de terça-feira (05).

# O encontro foi realizado no gabinete do prefeito Maurício Soligo (PP), o que revela o comprometimento da administração com o assunto.

# Na primeira das muitas reuniões que serão realizadas para levar a cabo a revitalização do mais importante logradouro público de Getúlio Vargas, foram reveladas boas novas.

# Uma delas diz respeito a recursos de R$ 150 mil, de emenda parlamentar, que serão investidos neste e nos próximos dois anos.

# De igual modo mais R$100 mil, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, que serão empregados em 2022, e ainda a prospecção de mais emendas para este fim.

# A recuperação dos passeios originais, feitos em mosaico português também deverá ocorrer, e para tanto, empresas e profissionais especializados estão sendo contatados.

# O projeto técnico, eu deverá ter a lavra da arquiteta Mariane Schirmbeck Horn, será submetido à comunidade durante audiências públicas.

# Também foi adiantado que a pintura nos monumentos, canteiros e muros de contenção deverão ser feitos ainda neste ano, tendo como referência suas cores originais.

Dito & Feito:

A campanha de prevenção à saúde da mulher, Outubro Rosa, está sendo desenvolvida no município de Ipiranga do Sul. Durante esta semana autoridades do município, profissionais da Secretaria da Saúde e grupo de voluntárias se engajaram na divulgação da campanha com a distribuição de laços cor de rosa e cartão informativo junto à comunidade.

 

Gostou? Compartilhe