Acusado de matar os pais em 2009, Lázaro Macedo é preso novamente

Ele estava foragido e foi capturado pela Rocam

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A Brigada Militar prendeu na tarde desta terça-feira (20) Lázaro Geraldo Eckert Macedo, acusado de matar os pais, em 2019, na rua sete de setembro, em Passo Fundo. Ele havia sido condenado no ano passado a pena de 40 anos e 10 meses de prisão e estava foragido.


Macedo foi julgado e condenado por duplo homicídio, duplamente qualificado, pelo Tribunal do Júri, em junho do ano passado.


O crime ocorreu no dia 18 de abril de 2009 na rua 14 de julho, em Passo Fundo. À época, Edith Maria Eckert Macedo, com 74 anos, e Jader Moacir Macedo, com 77 anos, foram mortos a tiros dentro da própria casa.


Os corpos foram encontrados pelo único filho do casal e a esposa dele, quando chegaram à residência para almoçar. O idoso foi assassinado primeiro, com um tiro na nuca e outro no ouvido. Já a esposa dele foi alvejada duas vezes na nuca, assim que chegou da rua. Não foram encontrados outros sinais de violência e nem de arrombamento no imóvel.


No mesmo dia, o filho do casal e a esposa foram encaminhados à 1ª Delegacia de Polícia, onde prestaram depoimento. A arma que pertencia ao idoso não foi encontrada na casa, somente a caixa que servia como recipiente estava no local. Seis meses após iniciadas as investigações, a polícia concluiu que o responsável pela morte era o filho adotivo. Macedo foi indiciado pelo crime e denunciado pelo Ministério Público.

Gostou? Compartilhe