Tarso Genro assina licitação para obra em estradas

Governador assina ordem de licitação de R$ 150 milhões para obras em estradas da Serra

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O governador Tarso Genro participou, na manhã deste sábado (13), de reunião com os representantes das Câmaras de Indústria, Comércio e Serviços da Serra (CIC), no município de Nova Prata. O objetivo do encontro foi debater a situação das principais rodovias que cortam a região, como as RSC 470 e 453, e as RS 446, 324 e 431. Ele também anunciou a assinatura de uma ordem de licitação no valor de R$ 150 milhões para o programa de restauração de 200 quilômetros de estradas da Serra.

O governador estava acompanhado dos secretários de Infraestrutura e Logística (Seinfra), Beto Albuquerque; da Assessoria Superior, João Victor Domingues; do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (Cdes), Marcelo Danéris, e do presidente do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Francisco Thorman. 

A CIC da Serra solicitou ao governador um cronograma das obras nas estradas da região e informações atualizadas sobre as ações e programas realizados nas rodovias locais. A entidade quer mais proximidade com a Superintendência Regional do Daer de Bento Gonçalves, requisitando maior autonomia ao órgão para atender as reivindicações da Serra. No dia 28 de junho aconteceu o Diálogos Cdes/RS em Farroupilha, onde o governo apresentou os trabalhos da Câmara Temática de Desenvolvimento da Serra e Arranjos Produtivos Locais. 

Para o governador Tarso Genro, os mecanismos do Estado nem sempre funcionam com a agilidade necessária para responder as questões da sociedade. "Não se trata de problemas de recursos ou projetos, mas sim da execução de contratos que já estavam defasados e que precisam ser reorganizados, e para isso é preciso tomar providencias que normalmente são impulsionadas pela população". Conforme o governador, o programa apresentado não deve apenas tapar buracos, mas sim praticamente reconstruir estradas.

Publicação do edital

A expectativa é de que ainda este mês seja publicado o edital e que esteja concluído no período máximo de 120 dias. Enquanto isso as manutenções necessárias continuam acontecendo, e em março as obras do programa iniciam. "A burocracia não pode vencer a nossa determinação", disse Tarso. 

Conforme o presidente da CIC, Ademar Petry, os onze presidentes que formam a CIC  Serra ficaram satisfeitos com os esclarecimentos apresentados na reunião, e com a importância que o Governo do Estado dá para a região da Serra. "O governador nos apresentou as soluções, a agora nós temos condições de trabalhar juntos. Vamos acompanhar os projetos e estabelecer uma relação mais direta, para que façamos com que a sociedade acredite no que se está sendo feito e que o governo realmente está buscando soluções".

A CIC Serra é composta pelos municípios de Antônio Prado, Bento Gonçalves, Casca, Carlos Barbosa, Farroupilha, Garibaldi, Guaporé, Nova Prata, Serafina Correa, Veranópolis e Flores da Cunha. 

O titular da Seinfra, Beto Albuquerque ressaltou que o próprio Daer está sendo reestruturado para que o processo de liberação das obras tenha mais agilidade. "O cidadão não pode esperar meses para ter uma estrada de qualidade e segurança. Nós herdamos um Estado sem contratos na Serra, as obras de conservação estavam ausentes desde 2009, e agora estamos correndo atrás do prejuízo". Para o secretário, a assinatura de um Contrato de Recuperação e Manutenção de rodovias pelo governador garante por cinco anos que as empresas vencedoras da licitação devem manter a sinalização, corte da grama, a condição do pavimento e drenagem das estradas. 

Rodovias na Serra 

As RSC 470 e 453, e as RS 446, 324 e 431, somam 200 quilômetros de extensão e integram o programa de recuperação e manutenção de rodovias da Seinfra. Sobre a RSC-470, o governador Tarso Genro sancionou a Lei Nº 14.101/2012, que autoriza a devolução à União. 

Texto: Daiane Roldão da Silva

Gostou? Compartilhe