Hospital de Clínicas sediou encontro regional

Federação de Hospitais Filantrópicos do RS reuniu instituições de saúde da região

Por
· 1 min de leitura
Reunião no Hospital de ClínicasReunião no Hospital de Clínicas
Reunião no Hospital de Clínicas
Você prefere ouvir essa matéria?

Os representantes das instituições hospitalares da região de Passo Fundo se reuniram em 31/05 com a Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes, Filantrópicos e Religiosos do Rio Grande do Sul. O encontro foi realizado no Hospital de Clínicas (HC) de Passo Fundo e abordou os desafios da gestão hospitalar, oportunizando o compartilhamento de experiências entre os gestores. A Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes, Filantrópicos e Religiosos do Rio Grande do Sul foi representada pelo presidente, André Emílio Lagemann, pelo vice-presidente e administrador do HC, Luciney Bohrer e pelo superintendente Jairo Tessari. A reunião realizada no Hospital de Clínicas teve também a presença da assessora jurídica do Sindiberf, Cristiane Paim.

 

Presença no interior
O presidente da Federação, André Lagemann destacou durante o evento a importância da presença da entidade no interior do Estado e as conquistas alcançadas através da mobilização conjunta. “Abordei hoje sobre o trabalho que fazemos em nível de estado e em nível de CMB, em Brasília, mas gostaria de dizer também que tem um outro lado da Federação muito importante: a atuação na qualificação da nossa gestão. Nós precisamos estar absolutamente conscientes de que nós precisamos evoluir de forma permanente. A gestão hoje está muito dinâmica, tem muitas coisas acontecendo, a velocidade e a evolução da tecnologia é algo fantástico e os métodos diagnósticos estão evoluindo drasticamente.” salientou. A entidade representa as 269 Santas Casas e Hospitais Filantrópicos gaúchos e é composta por seis sindicatos presentes nas diversas regiões do Rio Grande do Sul.

 

Fortalecimento e integração
O administrador Adairto Forti, responsável pela gestão administrativa do Hospital Frei Clemente, de Soledade e do Hospital São João, de Arvorezinha, considerou o evento de extrema relevância para a melhoria da gestão nos hospitais da região. “Este encontro é de extrema importância, nós temos que nos manter unidos cada vez mais, ter os objetivos em comum discutidos para avançarmos, para podermos ter força para negociar todas as questões, pleiteando sempre o que é melhor para os hospitais e consequentemente devolver isso para a população que necessita.” afirmou. O fortalecimento da integração entre os Hospitais da região e a ampliação da representatividade do grupo também foi salientada pelo vice-presidente do HC, Paulo Adil Ferenci. “Esses encontros são altamente produtivos porque compartilhamos neles as nossas dificuldades, os nossos problemas em busca de soluções comuns para o bem de todos que necessitam. A saúde pública é uma obrigação do Estado que cabe a nós levar adiante e tornar isto uma realidade positiva para os cidadãos”, evidenciou Ferenci. 

Gostou? Compartilhe