Passo Fundo alcança marca de 125 mil vacinas aplicadas

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, mais de 89,4 mil passo-fundenses já foram vacinados com a primeira dose, 34,2 mil receberam a segunda dose e 1,4 mil receberam a dose única da vacina contra a Covid-19

Por
· 4 min de leitura
(Foto: Divulgação/PMPF)(Foto: Divulgação/PMPF)
(Foto: Divulgação/PMPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

A Secretaria Municipal de Saúde atualizou os dados da vacinação e confirmou que, nessa segunda-feira (28), Passo Fundo superou a marca de 120 mil doses de vacina contra a Covid-19 aplicadas no município. De acordo com a pasta, até o momento, mais de 89,4 mil pessoas já foram vacinadas com a primeira dose, 34,2 mil receberam a segunda dose e outras 1,4 mil receberam a dose única, totalizando cerca de 125 mil unidades aplicadas. A vacinação com doses únicas é uma novidade no município e tornou-se possível graças à chegada de uma remessa, na última sexta-feira (25), do imunizante da Janssen, que não prevê dose de reforço. 

Apesar disso, quando o assunto é a internação e mortes, os números seguem elevados na cidade, especialmente em leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Na região de Passo Fundo, de acordo com a SES, a taxa de ocupação em UTI segue acima dos 100%. “Nós já começamos a sentir uma pequena redução nas hospitalizações em leitos clínicos, mas em UTI ainda não. A melhora na ocupação das UTIs começa a ser sentida somente cerca de 30 dias depois da redução nas internações em leitos clínicos”, explica Cristine.

O município também continua registrando um número significativo de mortes causadas pelo coronavírus. Somente na segunda-feira, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou mais nove mortes em decorrência da doença, ocorridas entre os dias 26 e 28 de junho. No dia 26 de junho, a vítima foi uma bebê de um ano de idade. No dia 27, uma mulher de 37 anos e um homem de 65. Ontem (28), mulheres de 35, 52, 59 e 78 anos e homens com 55 e 58 anos. Com os novos registros, já são 603 moradores de Passo Fundo mortos pelo vírus desde o início da pandemia.

O que chama a atenção, dentro do índice de mortalidade, é a mudança da faixa etária que tem sido mais acometida pela doença. Enquanto, antes, as vítimas eram majoritariamente idosos, Cristine Pilati conta que, agora, observa-se de uma tendência de morte entre pessoas mais jovens, principalmente aquelas com algum tipo de comorbidade pré-existente.


Entre as primeiras no RS

Os números colocam Passo Fundo entre as cidades gaúchas que mais têm avançado na vacinação. Conforme dados do Governo do Estado, entre os 15 municípios mais populosos, Passo Fundo é o que possui a maior cobertura vacinal, com 43,8% de toda a população já vacinada, e o que mais aplica e registra as doses recebidas, com 96,2% das unidades aplicadas até a tarde dessa segunda-feira. O último grupo a receber a vacina no município, na tarde de ontem, foi o de pessoas com 42 anos completos.

A secretária municipal de Saúde, Cristine Pilati, ressalta a participação dos passo-fundenses no processo de vacinação. De acordo com ela, embora outros municípios relatem dificuldade em engajar a população para que procurem a primeira e a segunda dose das vacinas, em Passo Fundo o cenário é diferente. “Eu fico muito feliz porque não é o nosso problema. Temos tido uma procura enorme, tanto que o que é recebido, é praticamente todo aplicado. Isso vale também para as segundas doses. Avançamos bastante. Praticamente esgotamos as doses de AstraZeneca que recebemos para a segunda aplicação e, no caso da CoronaVac, na última contagem, ainda tínhamos por volta de 600. Está dentro do que a literatura fala. Atribuímos essas doses restantes a pessoas que faleceram, mudaram de município ou receberam a segunda dose em outras cidades”, afirma.

Ainda conforme a titular da pasta, caso as doses de CoronaVac remanescentes previstas para segunda aplicação não sejam utilizadas em uma semana, elas devem ser devolvidas ao Estado para que sejam convertidas em primeira dose. Por ora, nesta terça-feira (29), continuarão sendo aplicadas segundas doses de Coronavac para todas as pessoas com atraso e segundas doses da AstraZeneca para pessoas com prazo de até 28 de junho para concluir o esquema vacinal. A aplicação da Coronavac é realizada na Central de Vacinas a partir de agendamento pelo telefone (54) 3311-6494. Já a da AstraZeneca ocorre de segunda a sexta-feira nos Cais Hípica, Vila Luíza e Ambulatório de Especialidades, das 9h às 16h, e nas ESF Nenê Graeff, Zachia, São José, Donária/Santa Marta e Vila Nova, das 9h às 12h e das 13h às 15h.


Município esclarece erro na aplicação de vacina

No último sábado (26), quando mais de 3 mil pessoas foram imunizadas no CTG Lalau Miranda, um erro de uma das vacinadoras, que não injetou o líquido da seringa em uma moradora de Passo Fundo que aguardava a vacinação, repercutiu entre a população. Apesar da polêmica, a Prefeitura de Passo Fundo esclareceu que se tratava apenas de um equívoco individual da vacinadora e negou qualquer tentativa de desvio do imunizante. Além disso, informou que, tão logo o erro foi percebido, a moradora em questão foi chamada novamente e a vacina foi, então, aplicada da maneira correta.

“Os servidores da Secretaria de Saúde que aplicam as doses estão desde janeiro neste ritmo intenso de trabalho. As vacinações ocorrem praticamente todos os dias da semana e, aos sábados, movimentam milhares de pessoas no CTG Lalau Miranda - um espaço amplo, que permite visibilidade e acesso ao serviço público oferecido à população. [...] A Prefeitura, ainda no sábado, determinou a abertura de investigação interna e informou que todas as medidas administrativas estão sendo tomadas para apurar o caso. O Município afirma que este foi um caso isolado entre as milhares de doses aplicadas da vacina em Passo Fundo desde o início da operacionalização do Plano Municipal de Imunização, em janeiro”, continua o comunicado.

Gostou? Compartilhe