Tickets de estacionamento antigos serão tolerados até esgotarem

Cerca de 15 mil cartões de estacionamento antigos ainda estão distribuídos nos pontos de venda em Passo Fundo

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Com a instalação dos parquímetros no mês de dezembro no município, muitos motoristas ainda acumulam os antigos tickets de estacionamento utilizados na área azul. Estes cartões ainda estão sendo aceitos pela fiscalização de trânsito e não tem um prazo definido para serem descartados. A Codepas informou que os tickets continuarão sendo válidos até terminar o estoque nos pontos de venda.

Há quase um mês está em funcionamento o novo sistema de estacionamento através dos 40 parquímetros instalados na área central. A Codepas é responsável pela gestão do estacionamento rotativo e conforme o diretor presidente da autarquia, Tadeu Karczeski, os antigos tickets vendidos em alguns estabelecimentos comerciais continuam valendo até o esgotamento dos 15 mil cartões existentes nos pontos de venda. “Não há um prazo para deixar de aceitá-los. Acreditamos que em torno de 20 dias eles esgotarão nos pontos de venda. Os motoristas podem ficar tranquilos e utilizá-los até acabar”, tranquilizou o diretor presidente da Codepas.

Este tempo servirá de adaptação para os motoristas se acostumarem com o novo sistema de estacionamento rotativo pago. Conforme Karczeski, os parquímetros são práticos e facilitam a vida do motorista que não precisa mais estar procurando um estabelecimento para adquirir o ticket estacionamento. “A aceitação dos parquímetros está sendo muito boa e favorece o motorista já que os equipamentos estão instalados em pontos visíveis e próximos”, disse Karczeski.

Atualmente, o controle do estacionamento rotativo é realizado por 13 monitores e dois supervisores. O ticket permite a permanência do veículo na mesma vaga pelo período máximo de duas horas. Caso o tempo exceder ou o veículo não tiver o ticket, o usuário recebe uma penalização de R$ 10,00 e tem um prazo de até 48 horas, para apresentar o recibo na Guarda Municipal de Trânsito para evitar multa, de R$ 53 e a perda de três pontos na carteira.

Gostou? Compartilhe