APAE: balanço adaptado facilita a brincadeira dos cadeirantes

Novos equipamentos foram adquiridos através de verba do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, gerido pelo Comdica

Por
· 1 min de leitura
Por meio dos novos brinquedos é possível trabalhar o desenvolvimento motor dos usuáriosPor meio dos novos brinquedos é possível trabalhar o desenvolvimento motor dos usuários
Por meio dos novos brinquedos é possível trabalhar o desenvolvimento motor dos usuários
Você prefere ouvir essa matéria?

Há pouco mais de duas semanas, uma novidade vem chamando a atenção dos 350 alunos e usuários atendidos pela APAE de Passo Fundo. No pátio interno, localizado no coração da instituição, o parquinho ganhou novos recursos para que crianças com algum tipo de deficiência possam participar das brincadeiras: dois balanços adaptados para cadeiras de rodas. Os brinquedos foram confeccionados de forma a oferecer total segurança às crianças. A verba para a aquisição dos balanços veio através do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (Fumdica), de Passo Fundo, gerido pelo Comdica, para o custeio das ações de assistência e proteção às nossas crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade.

A capacidade motora é desenvolvida desde cedo por todas as crianças, entretanto, as que possuem alguma deficiência têm mais dificuldades para evoluir neste processo, sendo necessária a estimulação precoce. A utilização deste tipo de equipamento auxilia no processo de estímulo, facilitando além da evolução clínica, a integração com os demais alunos e usuários. De acordo com a presidente da APAE, Estelamar Roani, esse era uma vontade antiga por parte da instituição. “Era um desejo que nós como administradores tínhamos porque entendemos que todos nossos alunos e usuários têm direito à diversão e o balanço para cadeirante faltava em nosso parquinho”, destaca Estelamar. Para a Técnica de Enfermagem, Tiele Mello Azambuja, os novos equipamentos só vêm a somar forças para a inclusão. “Agora eles podem participar mais das atividades na hora do recreio. Os brinquedos novos estão facilitando a inclusão deles com as demais crianças”, afirma a técnica.

Com benefícios no desenvolvimento de noções espaciais, como o equilíbrio, o novo brinquedo alegra e diverte. A APAE de Passo Fundo busca socializar os espaços entre crianças e jovens, para tornar os momentos de lazer prazerosos para todos.  “Salientamos que esta aquisição se deve a boa vontade dos passo-fundenses que destinaram parte do imposto de renda para o Conselho da Criança e do adolescente. Deixaram de enviar para Brasília e poderão ver in loco onde parte de seu imposto foi aplicado. Mais uma vez nosso muito obrigado”, finaliza Estelamar.

Gostou? Compartilhe