OPINIÃO

Neste mês, tem black friday!

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

NESTE MÊS, TEM BLACK FRIDAY!

O tempo passa rápido demais, em novembro, no dia 24, tem mais uma edição da Black Friday. Esse é um evento que antecede o Natal e tem por objetivo baixar os preços dos produtos, em promoções especiais. O problema é que nem todo o comerciante que anuncia produtos na Black Friday, baixa, efetivamente, os preços. Por isso, o consumidor deve ficar atento. Ficar atento em relação à oferta, verificando se realmente o preço é promocional, mas também observar a sua situação financeira, evitando correr riscos de comprometimento do orçamento pessoal e familiar, até porque no mês seguinte, o Natal e o início do período de férias exigirá gastos adicionais. A estimativa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), é de que em cada dez empresas brasileiras três devem aderir à Black Friday. A Black Friday nasceu nos Estados Unidos, provavelmente na década de 90, na Filadélfia, e hoje é difundida em grande parte do mundo. No ano passado, as vendas online da Black Friday atingiram R$ 1,9 bilhão, sendo que os eletrodomésticos lideraram as vendas, o que representou um crescimento em relação ao ano de 2015. Também nas vendas feitas diretamente nas lojas houve aumento de 2015 para 2016. A expectativa é de que apesar da crise os números de 2017 representam novo crescimento.

SEGURANÇA NA INTERNET

As associações de defesa dos consumidores alertam para os riscos de fraudes nos processos de negociação via internet. Os especialistas advertem que o protocolo 'https', que sempre vem antes do 'www' nos endereços de sites, significa que este é um site que pagou pelo certificado de segurança e atesta que os dados do cliente são protegidos por criptografia. Diante disso, a recomendação é de que os consumidores optem por sites com esta certificação no momento de comprar online. Outra dica é procurar sites de compras por meio das ferramentas do Google, clicando em links patrocinados, ou seja, os primeiros que aparecem na busca. São mais seguros. Links enviados por whatsapp e facebook devem ser ignorados. Além disso, certifique-se de que a loja virtual possui um endereço fixo, confirme o seu CNPJ, prazos e condições de entrega. Antes de fechar o negócio, é recomendável confirmar se a loja virtual tem procedência, pesquisando junto ao Procon se não há registros de lesões a consumidores produzidas pelo site eletrônico. Uma pesquisa pode levar alguns minutos, mas em determinados casos evitará grandes transtornos.

MADONNA EXTRAVIADA

Uma proprietária de uma cachorrinha da raça bull terrier, chamada Madonna, ficou dois dias sem o animal de estimação após viagem de avião de São Paulo a Tocantins. A cadela foi extraviada pela empresa aérea e somente 12 horas depois do desaparecimento é que surgiram as primeiras informações precisas sobre o seu paradeiro. A companhia aérea Latan, por sua vez, negou o extravio da cadela, além de ter confirmado a prestação da assistência necessária para que Madonna ficasse em segurança. A proprietária da Madonna ainda não informou se buscará indenização por danos materiais ou morais na justiça.
_____________________________________

Júlio é jornalista e advogado, especialista em Processo Civil e em Direito Constitucional, Mestre em Direito, Desenvolvimento e Cidadania.

 

Gostou? Compartilhe