Hemopasso: Estoque de sangue é considerado crítico

O Hemocentro Regional de Passo Fundo tenta se recuperar do último ano

Por
· 2 min de leitura
Para regular os estoques, todos os tipos sanguíneos são bem-vindos (Foto: Arquivo/ON)Para regular os estoques, todos os tipos sanguíneos são bem-vindos (Foto: Arquivo/ON)
Para regular os estoques, todos os tipos sanguíneos são bem-vindos (Foto: Arquivo/ON)
Você prefere ouvir essa matéria?

O estoque de sangue no Hemopasso é considerado crítico. Os feriados de Natal e Ano Novo afetaram mais do que esperado a demanda por sangue. “A gente esperava não ter aumento de bolsa distribuídas, pensávamos que as pessoas estariam mais recolhidas, para nossa surpresa tivemos uma demanda muito alta”, conta a responsável do setor de Captação de Doadores, Alexandra Mazzoca. Além disso, as cirurgias eletivas continuaram sendo realizadas, o que também prejudicou os estoques.

Apesar disso, o fluxo de doadores é considerado bom no começo deste ano, até pelo clima ameno. O objetivo agora é recuperar o prejuízo trazido por 2020 e pela pandemia do novo coronavírus. “De março até agosto e setembro teve uma queda muito grande de doadores até pelo medo das pessoas de se deslocarem para Passo Fundo”, lembra Alexandra.

A demanda é por sangue de todos os tipos sanguíneos, principalmente negativos. O estoque também dura pouco tempo, o sangue recolhido em um dia termina um ou dois dias depois. “A nossa região é muito extensa, grandes hospitais, grandes centros que buscam muito sangue aqui com a gente”, explica Alexandra.

Doação

Com a pandemia, o Hemopasso instituiu o sistema de agendamento, no entanto ele não é obrigatório. “A gente pede o agendamento porque geralmente vem bastante de fora, então para ter o controle da agenda e para não ter aglomeração”, diz Alexandra. 

A vacinação é a grande fonte de esperança de que a rotina volta ao normal, com campanhas e intensificação de doadores. A pandemia, no entanto, trouxe ensinamentos e trabalho colaborativo. “A gente conta com o apoio dos hospitais, das secretarias. Faço um agradecimento aos grupos de voluntários, no decorrer de 2020 eles que fizeram a diferença, e às equipes extras de trabalho. Foi uma grande força-tarefa, a gente teve que se adaptar”, lembra Alexandra. O agendamento adotado ao longo do último ano é um das ações que devem ser mantidas no Hemopasso para facilitar a organização. O Hemopasso atende de segunda a sexta, das 8h às 14h30min, sob agendamento prévio.

Hemoterapia HSVP

O Serviço de Hemoterapia do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), de Passo Fundo, faz um alerta para conscientizar a comunidade em geral a doar sangue, especialmente antes de sair de férias. Durante este período as doações costumam cair, o que agrava o cenário da pandemia, que já diminuiu o número de doadores.

A Responsável Técnica do Serviço de Hemoterapia, Cristiane Rodrigues de Araújo alerta para a importância de doar sangue nesta época do ano: “sempre realizamos diferentes ações sobre doação de sangue com o intuito de reforçarmos o convite para a comunidade de Passo Fundo e região de realizar este ato solidário, pois, para os Serviços de Hemoterapia e Hemocentros, este período do ano, é crítico e desafiador para manter os estoques de sangue necessários para demanda transfusional”, pontua. 

Requisitos para doar sangue na Hemoterapia do HSVP: 

  • Documento com foto
  • Idade entre 16 e 69 anos (Menores de idade somente mediante autorização dos pais)
  • Ter peso superior a 50kg
  • Não estar em jejum
  • Ter tido uma boa noite de sono
  • Estar bem de saúde


Horário de atendimento:

O Serviço de Hemoterapia do HSVP atende de segunda a sexta-feira das 8h às 14h, sem fechar ao meio dia. Mais informações e agendamentos pelo telefone (54) 3316-4087.

Gostou? Compartilhe