Força-tarefa vai intensificar fiscalização para evitar aglomerações

Equipes vão orientar e fiscalizar estabelecimentos acerca do decreto estadual que prevê a suspensão do atendimento ao público a partir das 22h

Por
· 1 min de leitura
Prefeitura e Brigada Militar participaram de reunião na tarde deste sábado para definirem as estratégiasPrefeitura e Brigada Militar participaram de reunião na tarde deste sábado para definirem as estratégias
Prefeitura e Brigada Militar participaram de reunião na tarde deste sábado para definirem as estratégias
Você prefere ouvir essa matéria?

Em reunião na tarde deste sábado com o comando da Brigada Militar, a Prefeitura de Passo Fundo definiu ações de enfrentamento à pandemia. Em cumprimento ao decreto estadual que suspende atividades com atendimento ao público das 22h às 5h, que passará a valer neste sábado (20), a fiscalização será intensificada.

Conforme o prefeito Pedro Almeida, o Município está alinhando novas medidas para frear os casos de Covid-19 e reforçar o sistema de saúde. No entanto, é preciso que a população também faça a sua parte, efetivando os protocolos sanitários. "Essa é uma luta de todos nós. Precisamos concentrar esforços, neste momento difícil, para diminuir a propagação do coronavírus e aliviar os hospitais. As aglomerações são uma grande preocupação", considerou.

Para que haja o cumprimento do decreto emitido pelo Governo do Estado, como explica o secretário de Segurança, João Darci Gonçalves, a forca-tarefa de fiscalização iniciará o trabalho mais cedo. "A partir das 21h30, já estaremos efetuando a fiscalização com o 3º regimento da Brigada Militar e o Batalhão de Operações Especiais, que nos apoiará no fim de semana. A nossa ação principal será a solicitação para que os estabelecimentos fechem as portas a partir das 22h", afirmou.

Além do acompanhamento durante a madrugada, a força-tarefa também irá ampliar a fiscalização na tarde de amanhã (21), em decorrência dos jogos do Campeonato Brasileiro.

O comandante do 3º Regimento de Polícia Montada (RPMon), tenente- coronel Volnei Ceolin, pede que os torcedores permaneçam em suas casas e que eventuais comemorações sejam promovidas em carreatas para que haja a segurança de todos. "Solicitamos, preventivamente, que evitem aglomerações e que colaborem com as forças policiais, com a Prefeitura e com a saúde da população", pontuou.

Gostou? Compartilhe