Morre ex-vereador Édison Nunes vítima de Covid-19

Município decretará luto oficial devido ao falecimento de Édison Nunes

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O prefeito de Passo Fundo, Pedro Almeida, decretará luto oficial de três dias em função do falecimento do ex-vereador e ex-secretário municipal Édison Nunes, nesta sexta-feira, aos 73 anos, em decorrência da Covid-19. “Perdemos um amigo em um homem público de grande valor”, afirmou o prefeito, destacando a importante contribuição de Édison Nunes para a cidade, sempre atuando com dedicação e profissionalismo nos cargos que exerceu.


Trajetória

Édison Armando de Franco Nunes foi funcionário público federal, atuando no Ministério da Agricultura, onde aposentou-se em 1997, exercendo a função de fiscal federal agropecuário. No período de 1993 a 1995, foi secretário municipal de Agricultura em Passo Fundo, oportunidade em que criou de forma pioneira no Brasil o Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal. Entre abril de 1995 e maio de 1996, desempenhou a função de diretor do Departamento de Produção Animal da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado do Rio Grande do Sul. 

Atuou como vereador por três mandatos, de 1997 a 2000, de 2001 a 2004 e de 2005 a 2008. Em 2013, assumiu a Secretaria de Captação de Recursos na gestão do prefeito Luciano Azevedo, atuando posteriormente como Secretário de Transparência e Relações Institucionais até o final de 2020. Professor da Universidade de Passo Fundo, foi o criador do curso de Medicina Veterinária da UPF e idealizador do Hospital Veterinário da instituição. Foi membro da Academia Riograndense de Medicina Veterinária, ocupando a cadeira de imortal número 17.

Gostou? Compartilhe