Idosos se reinventam e utilizam a tecnologia para manter suas atividades físicas

Em época de pandemia de Coronavírus, idosos também precisaram se adaptar à tecnologia para manter o corpo e a mente ativos

Por
· 4 min de leitura
Fotos: DivulgaçãoFotos: Divulgação
Fotos: Divulgação
Você prefere ouvir essa matéria?

Não foram só os mais jovens e trabalhadores que tiveram que se adaptar ao mundo on-line para exercer suas tarefas diárias em tempos de pandemia de Coronavírus. Idosos, que ainda não tinham contato com o mundo virtual, também precisaram se familiarizar com a tecnologia. E nesse caso, um dos motivos foi manter o corpo e a mente saudáveis. Com as medidas de prevenção para evitar à covid-19, a rotina dos idosos mudou drasticamente, especialmente, para aqueles que participavam de encontros e grupos de terceira idade, que precisaram ser suspensos ou transportados para o meio on-line.  

Foi o caso da aposentada Miguelina Silveira da Silva, de 80 anos, que frequentava, presencialmente, o Centro de Referência e Atenção ao Idoso da Universidade de Passo Fundo (Creati/UPF) para se exercitar. Com a pandemia, as aulas passaram a ser transmitidas em uma rede social. Como ela não fazia parte desse espaço virtual, ficou um tempo sem realizar atividades físicas. “Eu moro sozinha, tenho 80 anos, e frequento o Creati há dois anos. Mas, repentinamente, me vi só, porque começou a pandemia, as aulas presenciais foram encerradas e passaram a ser on-line. O problema é que eu não tinha Facebook na época, porque as filhas achavam perigoso para a minha idade. Fiquei sem os encontros, parada, sem fazer nada, estava me deprimindo e ficando ‘atrofiada’ de pernas e braços. Então, conversei com as filhas e, prontamente, uma delas colocou o Face no meu celular para eu fazer as aulas”, revela a aposentada, que é uma das alunas mais ativas das oficinas on-line de “Alongamento” e “Ativando a memória” do Creati.

E os benefícios de retornar às aulas foram imediatos. “Voltei ao Creati. Sou outra pessoa. Pareço uma menina. O Creati e todos os professores são sensacionais. É tudo que nós, os idosos, precisamos para termos uma vida mais ativa, saudável e com muita alegria”, declara Miguelina, que tem duas filhas e quatro netos.

O relato da aposentada é a realidade de muitos idosos neste momento de pandemia, que já ultrapassa um ano. A diferença é que a Miguelina se adaptou, mas muitos não têm essa oportunidade, fato que gera preocupação em relação à saúde física e mental dos idosos, uma vez que se manter ativo é fundamental para uma vida saudável não só na terceira idade, mas em qualquer época da vida.


Tecnologia como aliada à saúde

A tecnologia passou a ser uma grande aliada desse público para manter uma vida mais ativa e, consequentemente, mais saudável. "Para o idoso, que está acostumado a realizar atividades, a falta de exercícios é muito prejudicial. Basta alguns dias sem atividades para o corpo ficar rígido, com algumas dores e dificuldades em realizar movimentos. Para manter a qualidade de vida, o idoso deve manter-se ativo. Idosos ativos significa preservar a lucidez. E a tecnologia está colaborando muito para a socialização e aprendizagem. Ferramenta que veio para somar na qualidade de vida”, salienta uma das professoras da Miguelina, a educadora física, Iara Soares, instrutora das oficinas de Ginástica e Alongamento do Creati.

Dona Maria da Graça Nascimento, de 65 anos, que participa das oficinas há 10 anos, está bem adaptada às aulas on-line. Ela destacou a importância dos encontros que, mesmo à distância, conseguem aproximar alunos e professores, diminuindo os efeitos do isolamento, tão necessário para conter a covid-19. “Nossos queridos professores estão fazendo o possível para nos deixar sempre ativos. As atividades on-line estão me fazendo muito bem. Estou muito satisfeita”, enfatiza a aluna da oficina on-line de Alongamento.


Exercícios físicos ajudam a fortalecer o sistema imunológico

Praticar exercícios físicos é essencial para fortalecer o sistema imunológico, prevenir o aparecimento de doenças crônicas e também manter a mente saudável. Mas, os benefícios não param por aí. “O exercício faz com que o corpo produza respostas mais rápidas e eficazes a organismos invasores, como a covid-19, controlam os níveis de colesterol, melhora o condicionamento muscular e cardiorrespiratório, melhora a qualidade do sono, reduz o estresse e é uma grande aliada no tratamento da depressão e ansiedade, entre outros benefícios”, observa a também instrutora do Creati, a fisioterapeuta Calane Tiepo, responsável pela oficina de Pilates Solo.

A prática de atividades físicas para os idosos é importante para reduzir os danos que vem com o tempo, no processo de envelhecimento, como o enfraquecimento dos músculos, a perda de equilíbrio, da coordenação motora, da flexibilidade e da força. “Ao longo dos anos, enquanto o corpo vai envelhecendo, em um processo natural, ele se torna mais fraco. Por meio dos exercícios regulares, é possível preservar a sua força e retardar essa perda muscular”, enfatiza o coordenador do Creati, Diego Piva, destacando alguns outros aspectos importantes de se manter ativo neste período de pandemia. “Neste momento, os idosos tendem a ficar ainda mais em casa e a parar com a sua rotina normal. Por isso, é muito importante manter seu corpo saudável e forte para evitar danos como lesões e quedas. Fazer exercícios traz benefícios para o corpo, para a mente e para a alma”, afirma Piva.

Manter o corpo em movimento é uma das melhores formas de viver a “melhor idade”. “Acho muito importante manter-me ativa, porque assim evito danos a minha saúde e ajudo a evitar ou piorar certas doenças, pois meu sistema imunológico fica mais fortalecido. Pratico as atividades com prazer e me sinto muito bem, como se estivesse sempre vivendo a melhor idade”, garante Leci Helena Cervo Zamberlan, de 63 anos, aluna do Creati há quase 20 anos, e que participa das oficinas on-line de Ioga, Pilates e Dança.


Oficinas do Creati

Pessoas a partir de 45 anos podem participar das oficinas que ocorrem de forma on-line. Elas ocorrem de segunda a sexta-feira por meio de lives, transmitidas na página do Creati no Facebook. O investimento é de R$ 50,00. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (54) 98432-7166 ou pelo e-mail creati@upf.br.


Confira as oficinas ofertadas de forma on-line:

- Alongamento: segundas-feiras, às 9h.

- Ativando a Memória: sextas-feiras, às 10h30min.

- Dança: terças-feiras, às 14h, e quintas-feiras, às 10h.

- Ginástica: quartas-feiras, às 15h.

- Ginástica Funcional: segundas-feiras, às 15h.

- Ginástica Postural: quintas-feiras, às 15h.

- Meditação: quintas-feiras, às 9h.

- Pilates Solo: segundas e quartas-feiras, às 10h.

- Yoga: terças-feiras, às 9h.


Gostou? Compartilhe