Passo Fundo registra mais um óbito por Covid-19 e tem 634 casos ativos

Secretaria Municipal de Saúde aponta para queda dos casos ativos na cidade

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Passo Fundo registrou hoje (05) a morte de um homem de 52 anos por Covid-19. A cidade tem 618 vítimas da Covid-19 no total, conforme o boletim da Secretaria Municipal de Saúde.

O boletim também confirmou 43 novos casos, passando o total de 33,9 mil confirmados. Os casos ativos seguem em queda, chegando a 634. A cidade ainda tem 292 casos em análise e mais de 32,6 mil recuperados. 

Estão hospitalizados 129 pacientes em Passo Fundo, sendo que 72 estão em leitos clínicos e 57 em UTIs. A maioria dos pacientes são moradores de Passo Fundo, com 69 internados.

Em relação a vacinação, foram aplicadas no municípios 94.417 primeiras doses, 35.169 segundas doses e 1.490 doses únicas.


Redução

O monitoramento da situação epidemiológica do Coronavírus em Passo Fundo mostra, além de uma redução no volume de casos ativos, a queda no registro de novos casos diários da doença, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde. Os indicadores funcionam como ferramentas para o ajuste e a adoção de medidas que possam frear a velocidade de transmissão do vírus no município, evitando a superlotação dos hospitais e a alta taxa de ocupação de leitos clínicos e de UTI.

A partir do dia 07 de maio, o Município começou a registrar elevação de casos ativos e novos casos por dia, atingindo um índice de alerta em 15 de junho, quando 1.305 pessoas estavam em acompanhamento com o status de casos ativos. “Foi um dos momentos mais delicados que enfrentamos neste período, com mudança no perfil dos pacientes que demandavam internações hospitalares, esgotamento de médicos e demais profissionais de saúde e também alta taxa de ocupação dos leitos clínicos e de UTI”, observou a secretária de Saúde, a médica infectologista Cristine Pilati, 

A intensificação das campanhas de prevenção, das ações de fiscalização para coibir festas e aglomerações clandestinas, a restrição do horário de funcionamento das atividades não essenciais durante o período da noite e a ampliação da cobertura vacinal são apontadas como causas para a redução da propagação do vírus. “Depois daquele pico em 15 de junho, passamos a ter uma queda considerável e, no dia 04 de julho, registramos 662 casos ativos, uma redução de aproximadamente 50%”, comentou.

Passo Fundo aplicou 94.417 primeiras doses, 35.169 segundas doses e 1.490 doses únicas. “Desde o início da operacionalização do Plano Municipal de Imunização estamos defendendo a vacina como a melhor ferramenta para enfrentarmos a pandemia e retomarmos todas as nossas atividades. Estamos empenhados neste processo e cada pessoa vacinada é um passo de esperança que damos em direção ao retorno da normalidade”, afirmou o prefeito de Passo Fundo, Pedro Almeida.

Apesar da redução dos casos e outros índices, a cidade tem 83,3% dos leitos de UTI SUS e 124,2% dos leitos de UTI privados ocupados, sendo que metade dos pacientes são Covid-19. Na região, a ocupação é de 95,2% e apenas oito leitos estão livres, conforme o boletim regional desta segunda-feira (05). A ocupação dos leitos clínicos na cidade está em queda e chegou a 76,5%, de acordo com a atualização das 17h09 de hoje da Secretaria Estadual da Saúde. Os óbitos na região Covid-19 subiram 3,3% na variação semanal, com 63 registros.


Gostou? Compartilhe