Reabertura do Aeroporto ficou para 1º de setembro

Gol transfere a retomada dos voos para outubro; Azul ainda vende passagens para setembro

Por
· 3 min de leitura
Amanhã, o Governador Eduardo Leite deve visitar as obras do aeroporto - Foto-DivulgaçãoAmanhã, o Governador Eduardo Leite deve visitar as obras do aeroporto - Foto-Divulgação
Amanhã, o Governador Eduardo Leite deve visitar as obras do aeroporto - Foto-Divulgação
Você prefere ouvir essa matéria?

O fechamento da pista do Aeroporto Lauro Kortz teve nova prorrogação, pela falta de aferição dos equipamentos instalados recentemente. Segunda-feira, 26, pela manhã foi publicado novo NOTAM, aviso aos aeronavegantes, determinando a ampliação do fechamento do Aeroporto de Passo Fundo até 31 de agosto às 23h00 UTC. Isso significa que a pista só reabrirá para pousos e decolagens em 1º de setembro. A notificação regulamenta as operações nos aeródromos brasileiros, informando através do AISWEB que reúne os serviços do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) com objetivo a divulgação de Informações Aeronáuticas. Assim, o NOTAM E1780-R prorrogou os três anteriores que, desde abril, sucessivamente mantiveram o fechamento da pista. Essas solicitações foram feitas pelo Departamento Aeroportuário do Rio Grande do Sul (DAP/RS). O aeroporto está fechado para obras na pista desde 11 de janeiro e tinha previsão inicial de reabertura para 12 de maio. Já as obras do novo terminal de passageiros, taxiway e pátio de aeronaves tem cronograma de finalização para dezembro.

Trâmite e inspeção de voo

Mesmo com as obras de melhorias na pista já concluídas, ainda faltam detalhes imprescindíveis para o reinício das operações. O cronograma das obras segue o previsto, mas o atraso no recebimento de um equipamento prejudicou a projeção inicial. As modificações na pista e o novo equipamento exigem avaliações e testagens para homologação. De acordo com o diretor do DAP, engenheiro Leandro Taborda, “está tudo bem encaminhado na parte documental, planta de zoneamento e outros requisitos”. A referência é em relação às exigências do trâmite para homologar as modificações realizadas na pista. Taborda está otimista que nos próximos dias, com o aval do Cindacta II de Curitiba, seja acionado o GEIV, Grupo Especial de Inspeção de Voo, para a aferição de equipamentos e ajustes nas cartas aeronáuticas. Para isso é necessária uma aeronave-laboratório. O resultado das medições permitirá formular uma espécie de laudo para homologar e consequentemente liberar as operações.

As melhorias na pista

As melhorias na pista do Aeroporto Lauro Kortz já foram concluídas. É bom lembrar que o projeto em execução não contempla a ampliação da pista, que permanece com 1.700 metros de comprimento e 30 de largura. A principal alteração foi o reforço na base que aumentou o PCN para 42. Esse é o indicador da capacidade operacional (peso-impacto) suportada pela pista. Assim, além do Boeing 737-700 da Gol, que já operava em Passo Fundo, a pista poderá receber aeronaves até o porte de um Airbus-319 (operado pela Latam) ou do novo Embraer E-2 da Azul. O PCN 42 ainda não permitirá operações de aviões de grande porte como o 737-800 ou cargueiros. Também foi feito o grooving, que são ranhuras de aderência sobre o asfalto, pintura, sinalização horizontal e instalado o novo balizamento (luzes laterais) com um sistema em LED. Na semana passada, “foi concluído o plantio da grama no entorno da pista com sementes de azevém e pensacola”, explicou Clarice Beffart, administradora do Lauro Kortz.

Gol somente em outubro

Com a pandemia, o transporte aéreo de passageiros está em fase de recuperação e tem a reabertura gradual de várias bases que foram fechadas, dentre as quais Passo Fundo. Com a ampliação do fechamento do Aeroporto Lauro Kortz até 31 de agosto, a Gol Linhas Aéreas, que vendia passagens para setembro, já protelou a retomada das operações para o mês de outubro. No voo entre Passo Fundo e Guarulhos, na Grande São Paulo, oferece passagens a partir de R$ 161,73. A empresa continuará operando com o Boeing 737-700 que oferece 138 poltronas. Já a Azul Linhas Aéreas, até a segunda-feira, 26, mantinha a venda para voos a partir de 1º de setembro. A Azul fará a ligação com Viracopos, em Campinas-SP, e oferece o trecho a partir de R$ 205,69. A empresa utilizará o Embraer-195, para 118 passageiros, mas, com a ampliação do PCN, também poderá operar com o novo E-2 para 136 passageiros.


 Numeração & PAPIs
 As alterações técnicas, que exigem aferições e ajustes nas cartas de aproximação, estão relacionadas à nova numeração das cabeceiras e aos PAPIs:
-- As cabeceiras, que tinham a numeração 08/26, ainda que no mesmo lugar, receberam nova identificação geográfica e agora são denominadas 09/27. Isso ocorreu devido à precessão causada pelos movimentos de rotação e transição da Terra.
-- Os conjuntos do sistema PAPIs (Precision Approach Path Indicator) foram instalados ao lado das cabeceiras. Através de luzes brancas e vermelhas, o sistema propicia a visualização ao piloto de uma rampa ideal de descida.

 

Gostou? Compartilhe