Anos finais do Ensino Fundamental da rede municipal retomam aulas presenciais

Alunos dos sextos aos nonos anos poderão voltar às atividades presenciais a partir desta semana, em formato híbrido e com a adoção de todos os cuidados de prevenção da Covid-19

Por
· 3 min de leitura
As turmas são divididas em dois grupos, que efetuam um rodízio(Foto: Michel Sanderi/Divulgação PMPF)As turmas são divididas em dois grupos, que efetuam um rodízio(Foto: Michel Sanderi/Divulgação PMPF)
As turmas são divididas em dois grupos, que efetuam um rodízio(Foto: Michel Sanderi/Divulgação PMPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

Após um ano e meio fora da escola, chegou a hora de os alunos dos anos finais do Ensino Fundamental da rede municipal retornarem às salas de aula. A partir desta segunda-feira (9), mais de 5 mil estudantes, que estão em turmas de sextos a nonos anos, devem voltar às atividades presenciais, em formato híbrido e mantendo todos os cuidados de prevenção da Covid-19.

Emily Camargo, de 14 anos, está entre os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Adolfo Camargo que puderam retornar já no primeiro dia. Cursando o oitavo ano, ela conta que passou os últimos 18 meses cumprindo o distanciamento social enquanto efetuava as atividades escolares. “Eu ficava só em casa. Estou feliz por voltar porque sentia saudade, principalmente, dos professores”, conta.

A diretora da instituição, Simone Siqueira, relata que a escola, que já recebia os alunos dos anos iniciais, está cumprindo todas as medidas para garantir a segurança da comunidade escolar. “Desde que a retomada começou a ser planejada, no início deste ano, a escola passou a ser organizada para possibilitar a adoção dos cuidados. Na entrada, conferimos a temperatura, fizemos a higienização das mãos e da mochila dos alunos. As salas de aula mantêm a ocupação máxima de pessoas, que é de 50%, com distância entre as classes. As orientações estão fixadas pela escola para que todos tenham acesso”, elencou.

O dia a dia da EMEF Adolfo Camargo é compartilhado por todas as 71 instituições do município. Conforme explica o secretário de Educação, Adriano Canabarro Teixeira, no Plano de Retomada, dois elementos foram determinantes: o cumprimento das normas sanitárias e as demandas pedagógicas. “Nossas escolas estão cumprindo integralmente os protocolos de segurança estabelecidos na legislação. Desta forma, além de treinamento específico, disponibilizamos todos os equipamentos de proteção individual para os trabalhadores da educação, organizamos nossas escolas para que o distanciamento seja respeitado, os protocolos de higiene implementados e a segurança de nossos estudantes e professores seja garantida”, ponderou.

A Adolfo Camargo fica situada no Bairro Santa Marta e tem mais de 490 alunos. O retorno foi ao encontro da expectativa e da necessidade de grande parte das famílias. “De todas as famílias que são atendidas, temos 15 que não retornaram porque algum familiar tem comorbidade. Os alunos que retornaram estão felizes por estar aqui novamente”, afirma a diretora.

Como estão funcionando as aulas

Todas as etapas de ensino do fundamental estão retomando por meio do ensino híbrido, que compreende aulas presenciais e atividades realizadas em casa. Enquanto os primeiros anos, que somam 6,7 mil estudantes, retornaram no dia 3 de agosto, os últimos voltaram nesta semana.

As turmas são divididas em dois grupos, que efetuam um rodízio de modo com que cada aluno tenha aulas presenciais durante uma semana e permaneça em casa na outra. “Enquanto um grupo de estudantes frequenta as aulas no presencial, outro segue de casa com atividades encaminhadas pelo Classroom, na plataforma Google Workspace. Também, as escolas estão promovendo uma vez na semana encontros pelo Google Meet como possibilidade de integrar as turmas e aproximar os estudantes que ainda não retomaram as atividades no presencial”, descreve o secretário de Educação.

A decisão pelo envio ou não dos alunos para as atividades presenciais cabe aos pais ou responsáveis, mediante assinatura de termo de compromisso para o retorno. ‘De acordo com Adriano, “o retorno presencial dos estudantes para as escolas é seguro do ponto de vista sanitário e altamente recomendável do ponto de vista pedagógico”.

Quanto à educação infantil, segue o atendimento presencial às crianças da etapa pré-escola. Tão logo os protocolos de segurança permitam, a etapa creche também reverá retornar.

A Secretaria Municipal de Educação acompanha de perto esse reinício e, segundo Adriano, é possível verificar um processo organizado e responsável em todas as nossas escolas. “As equipes diretivas realizaram um competente trabalho de organização da infraestrutura e os professores retomam as atividades educacionais com competência e zelo. Agora é momento de acolhida, de construção de um novo momento da educação em Passo Fundo, assim como está sendo feito em todo o mundo”, considera.

Avanços durante a pandemia

Buscando criar melhores condições para a retomada presencial, a Prefeitura trabalhou com trilhas formativas dos profissionais de educação e investiu em recursos para qualificar as atividades à distância. “O projeto Educação 4.0 está em execução e prevê a disponibilização de notebooks para as escolas, internet patrocinada para professores e alunos, reformulação da rede interna das escolas, criação de learning spaces, programa de compra subsidiada de notebooks para professores e a campanha de doação de notebooks para os alunos da rede que não possuem acesso em casa”, cita o secretário de Educação.

Gostou? Compartilhe