Hemopasso está com estoque abaixo do normal

O banco fará, durante essa semana, ações com grupos de voluntários em alusão ao Dia Nacional do Doador de Sangue

Por
· 3 min de leitura
 Crédito:  Crédito:
Crédito:
Você prefere ouvir essa matéria?

O Hemocentro de Passo Fundo está com o estoque 30% abaixo do normal. Para tentar suprir a demanda e se preparar para as festividades de fim de ano, o banco de sangue realizará, nesta semana, a coleta com novos grupos de doadores de duas instituições: o Instituto Mix e a Unopar. O gesto também é uma alusão ao Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado em 25 de novembro.

A data tem o objetivo de agradecer a todos doadores regulares, aqueles que doam com frequência, além de lembrar que este é, historicamente, um período de estoques baixos nos bancos de sangue, devido à proximidade das férias, de datas comemorativas de fim de ano e feriados prolongados.

A coordenadora de Captação do Hemopasso, Alexandra Mazzoca, explica que do dia 15 de dezembro até o pós-carnaval, é o pior período em termos de estoque de sangue. Ao mesmo tempo, em virtude das festividades, é a época em que os bancos são mais solicitados. No momento, no Hemopasso, há um déficit de 80% no sangue tipo O positivo.
Alexandra relembra que os voluntários podem agendar sua doação de sangue, entrando em contato pelo telefone: (54) 3311-1427. O banco fica localizado na Avenida Sete de Setembro, 1055, no centro da cidade. O Hemocentro atende cerca de 40 hospitais com a abrangência de mais de 100 municípios.

Tratamentos
O sangue inteiro ou outros componentes sanguíneos, como células vermelhas, plaquetas, plasma, podem ser usados para tratar diversas doenças, entre elas a Falciforme e a Talassemia, além de doenças oncológicas variadas que necessitam de transfusão frequentemente. O sangue também é essencial em cirurgias eletivas e situações de emergência, como acidentes, conflitos, catástrofes naturais e partos. Cada doação voluntária pode salvar até três vidas.

No Brasil, podem doar pessoas com peso mínimo de 50 quilos, que tenham entre 18 e 69 anos. Também são aceitos candidatos à doação de sangue com idade entre 16 e 17 anos, havendo o consentimento formal do responsável legal. O candidato não deve estar cansado, não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação e não estar em jejum.

Segundo o Ministério da Saúde, para a segurança do receptor do sangue estão impedidos de doar aqueles que tiveram diagnóstico de hepatite após os 11 anos de idade, pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como aids, hepatite, sífilis e doença de Chagas, usuários de drogas, aqueles que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual sem uso de preservativos, e mulheres grávidas ou amamentando. Pessoas com resfriados, indicativos de alergia não podem doar sangue. Quem tomou a vacina da gripe deve aguardar 48h para doar.

Atendimento
O horário de atendimento do Hemocentro é das 8h às 14h30 de segunda a sexta-feira e das 7h às 11h nos sábados. O telefone para agendamento é o (54) 33111427.

Quais as etapas da doação?
O doador passa pelas seguintes etapas para doar sangue:
1. Cadastro: Cadastro do candidato à doação com a apresentação de documento oficial com foto
2. Pré-triagem: Verificação dos sinais vitais (pressão arterial, temperatura e batimentos cardíacos), peso e teste de anemia.
3. Triagem clínica: Entrevista individual e sigilosa onde serão avaliados os antecedentes e o estado atual de saúde do candidato à doação para determinar se a coleta poderá trazer riscos para ele ou para o receptor.
4. Coleta de sangue: Coleta de aproximadamente 450ml de sangue e amostras para a realização dos testes laboratoriais.
5. Hidratação: Após a doação de sangue o doador receberá um lanche. É recomendável que o doador permaneça no mínimo 15 minutos no hemocentro e beba bastante líquido durante o dia.


O que fazer após a doação?
Não fumar por no mínimo duas horas;
Nas 12 horas após a doação, não praticar exercícios físicos e atividades perigosas, como subir em locais altos ou dirigir caminhão, ônibus em rodovias, etc.
Permanecer no serviço hemoterápico após a doação por 15 minutos;
Não carregar peso ou dobrar o braço em que foi realizada a punção no dia da doação, para evitar sangramentos e hematomas;
Retirar o curativo 4 horas após a doação.

Gostou? Compartilhe