OPINIÃO

Ponto de vista

Por
· 3 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Na contagem regressiva para as convenções municipais, que pelo novo calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) devem ser realizadas entre os dias 31 de agosto e 16 de setembro, é visível um grande movimento nos bastidores. Neste período os integrantes dos diretórios vão deliberar sobre coligações e escolher candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador. Independente de qualquer disposição estatutária, as convenções poderão ocorrer também por meio virtual. A relação com o nome das pessoas indicadas para compor as juntas eleitorais será conhecida até o dia 04 de setembro, último prazo publicação no Diário da Justiça Eletrônico.


I I

Os convencionais com direito a voto terão a responsabilidade de analisar com critério os filiados que se apresentarem para disputar cargo para o executivo e legislativo. As eleições marcadas para novembro vão acontecer num momento de dificuldade fiscal, agravado pela pandemia da Covid-19. De igual modo em meio a maior crise econômica do país. Este quadro vai aumentar ainda mais os desafios dos candidatos à eleição ou reeleição para a prefeitura ou Câmara Municipal. O conhecimento sobre gestão e planejamento dos candidatos deverá estar entre os critérios a serem adotados pelos eleitores.


I I I

Tão incerta quanto o arrefecimento da pandemia do coronavírus será a curta campanha eleitoral que se aproxima. As coordenações de campanha e os candidatos terão que buscar alternativas em relação aos tradicionais comícios, concentrações, visita a residências e empresas. As redes sociais se apresentam como canal de comunicação com o eleitor, desde que, segundo os analistas, seja utilizada corretamente. De igual modo os programas gratuitos de rádio e TV e os apedidos nos jornais. Mais do que nunca o conhecimento, a coerência e o comprometimento dos candidatos será determinante para o desempenho nas urnas.


Curtas:

# Como nos últimos pleitos pelo menos três candidatos a prefeito e vice-prefeito devem se apresentar aos eleitores de Getúlio Vargas.

# Eleitos em 2016 numa aliança formada pelo PP, PTB, PSDB, DEM, PSD e PSC o prefeito Maurício Soligo (PP) e o vice Elgido Pasa (PP) estão habilitado a se apresentarem aos convencionais como candidatos a reeleição.

# O vereador Dinarte Afonso Tagliari Farias (PP), presidente do Progressista de Getúlio Vargas é outra liderança que deverá se apresentar como candidato ao paço municipal.

# O mais votado na primeira das três eleições para o legislativo já manifestou em diferentes momentos o desejo de se colocar à disposição como candidato a prefeito ou a vice-prefeito.

# Os dirigentes MDB, que nas últimas eleições disputou a majoritária coligado com o PSB e PDT, vem mantendo conversações com diversos partidos.

# Dentre os nomes apontados como possíveis candidatos a majoritária o do ex. prefeito Aldino Beledelli e das vereadoras Cleonice Teresinha Petroli Forlin e Deliane Assunção Ponzi.

# Emedebistas históricos não escondem o desejo de que na convenção seja apresentada uma chapa de consenso, inclusive com um candidato a vice-prefeito de outra agremiação.

# O PT, que governou o município entre 2001 e 2008, vem realizando reuniões on-line com seus dirigentes e também com os de outras siglas.

# Em que pese à possibilidade de coligação, inclusive indicando candidato a vice-prefeito, o partido do ex. prefeito Dino Giaretta tende a apresentar candidatura própria.

# Lideranças do PSC e o PRTB, criados em Getúlio Vargas no embalo do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e do General Hamilton Mourão (PRTB) já manifestaram a intenção de disputa a eleição majoritária e proporcional.

# O prefeito Maurício Soligo (PP) recebeu ofício do deputado Ronaldo Santini (PTB), comunicando que o município foi incluído na lista dos beneficiários da emenda da bancada gaúcha junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

# Os recursos na ordem de R$ 250 mil serão empregados na aquisição de uma retroescavadeira e a proposta para recebimento já está cadastrada na Secretaria Estadual da Agricultura.

# A emenda encaminhada pelo deputado Santini foi em parceria com o deputado estadual Dirceu Franciscon (PTB).

# O prefeito Mário Luiz Ceron (PTB) e o vice-prefeito Marco Antônio Sana (PTB) de Ipiranga do Sul, acompanharam a produção e a distribuição da primeira tonelada de concreto betuminoso usinado a quente da nova Usina Asfáltica.

# O equipamento de ponta, adquirido com recursos obtidos junto ao governo da união, tem capacidade de produção de 70 a 100 toneladas/ horas.

# Além de abastecer a demanda local existe a possibilidade de mais adiante atender outros municípios da região.


Obituário

O município de Erechim decretou Luto Oficial de três dias pelo falecimento do Dr. Paulo Dias Fernandes, aos 91 anos, ocorrido na manhã de terça-feira (11). Médico otorrinolaringologista por mais de 60 anos, Paulo Dias Fernandes era escritor, membro da Academia Erechinense de Letras, e Patrono da Feira do Livro. Membro da diretoria da UNIMED Erechim foi sócio de diversos clubes. Nascido no dia 22 de julho de 1929 na localidade de Banhados, Distrito de Santa Maria, viveu até a adolescência em São Gabriel. Sua formação em Medicina foi Universidade Federal do Paraná, entre 1950 e 1956. Após a residência se radicou em Erechim, tendo trabalhado em outras cidades da região, dentre as quais Getúlio Vargas. 

Gostou? Compartilhe