Duas mulheres são assassinadas a tiros de espingarda dentro de bar

Motivação do crime ainda é investigada

Por
· 1 min de leitura
 Crédito:  Crédito:
Crédito:
Você prefere ouvir essa matéria?

Fátima Aparecida da Silva, de 42 anos, e Roberta, mulher trans de 24 anos, foram assassinadas a tiros de espingarda na noite de quarta-feira (29) em um bar na Linha Progresso, às margens da ERS 587, no interior de Seberi. No local foram encontrados cartuchos de espingarda calibre 12. A Polícia Civil ainda investiga as motivações do crime.


O crime aconteceu por volta das 22h30, quando homens chegaram no bar dentro de um veículo prisma, de cor prata. Três indivíduos saíram do carro e um deles permaneceu na direção do veículo.


De acordo com a Polícia Civil de Seberi, os homens começaram a ameaçar as pessoas do bar, pedindo que colocassem as mãos na cabeça. Em seguida passaram a atirar contra as duas mulheres. Não foi divulgado a quantidade de disparos que acertou as mulheres, mas ambas morreram no local. A distância dos homens às mulheres, de acordo com a Polícia Civil, também foi curta.
Após o homicídio, os homens entraram no carro e fugiram.


Um veículo prisma, com características semelhantes ao utilizado no crime, foi encontrado em chamas pela polícia entre os municípios de Cristal do Sul e Rodeio Bonito. O veículo havia sido furtado na cidade de Canoas.


A polícia acredita que as mulheres eram prostitutas, mas ainda investiga o caso. Nenhuma hipótese foi descartada.

Gostou? Compartilhe