Camaro apreendido em operação será usado como viatura

A operação que se iniciou na metade do ano passado já resultou no sequestro e apreensão de diversos veículos, sendo alguns de luxo, além de imóveis, bens e dinheiro

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Um veículo GM Camaro SS, apreendido em operação de combate à lavagem de dinheiro pela Polícia Civil, deverá ser usado como viatura a partir da terça-feira, dia 4 de junho, quando o carro deve ser apresentado em evento na sede do Ministério Público Estadual, em Passo Fundo. O carro será personalizado e, segundo a Polícia Civil, não terá custos ao Estado. 

 

O veículo apreendido e cedido ao Estado por ordem judicial é fruto da ação conjunta entre o Ministério Público Estadual e  Polícia Civil, a partir do desencadeamento, em junho de 2018, da Operação Pólis, destinada ao combate à lavagem de dinheiro na região de Passo Fundo e que se estende também a outros estados brasileiros.

 

A operação que se iniciou na metade do ano passado já resultou no sequestro e apreensão de diversos veículos, sendo alguns de luxo, além de imóveis, bens e dinheiro. Há ações penais em andamento e o destino principal do dinheiro apreendido é indenizar as vítimas dos crimes cometidos pelas associações criminosas.


A entrega simbólica desse veículo, de acordo com nota enviada pela prefeitura de Passo Fundo, pretende transmitir à comunidade o resultado “positivo dessa grande operação desenvolvida entre estas instituições no combate ao crime organizado poupando dinheiro aos cofres públicos e representando a máxima de que o ‘o crime não compensa’”.

Gostou? Compartilhe