Agentes penitenciários homenageiam colegas positivados por Covid-19

Durante o ato, foi reivindicada a inclusão dos servidores da categoria no grupo prioritário para vacinação

Por
· 1 min de leitura
Divulgação/Susepe Divulgação/Susepe
Divulgação/Susepe
Você prefere ouvir essa matéria?

Agentes penitenciários realizaram uma manifestação na manhã desta terça-feira (23), em frente ao Presídio Regional de Passo Fundo. O objetivo foi prestar solidariedade aos colegas de trabalho que se contaminaram com o Covid-19, e também chamar a atenção dos órgãos de saúde, para que avaliem de forma mais atenta as necessidades dos servidores da segurança pública durante este período de pandemia. 

Segundo o delegado adjunto da 4ª Região Penitenciária, Kleber Augusto Medeiros, a manifestação teve o objetivo de sensibilizar as autoridades sanitária para incluir os agentes penitenciários no primeiro grupo dentro do Plano Nacional de Imunização. Atualmente estes profissionais integraram o quarto grupo. Ele destacou que a Seapen/Susepe está alinhada com a manifestação, e que esta é uma questão de decisão do Ministério da Saúde.

Ele explica, que, apesar da adoção de protocolos, os presídios são locais de alto risco para proliferação do vírus. “Desde o início da pandemia os servidores têm adotado todos os protocolos sanitários para evitar a proliferação da Covid-19. Isso implica no isolamento de novos presos por 14 dias, bem como isolamento de apenados sintomáticos, realização de testes rápidos, suspensão da visitação nos períodos onde há indicação de bandeira para isso, aferimento de temperatura, entre outras medidas. Mesmo assim, os servidores correm o risco de contaminação, visto que há possibilidade da disseminação do vírus dentro da casa prisional. Mesmo com todos os cuidados não é um sistema infalível”, destaca.

Os servidores enfatizam que é de extrema importância que os órgãos de saúde, em especial o Ministério da Saúde, entenda que os profissionais que trabalham dentro das casas prisionais entrem no grupo prioritário de imunização.

 Regional de Passo Fundo

Há um grande número de presos contaminados no Presídio Regional de Passo Fundo. Desde o começo da pandemia, 113 apenados foram contaminados com o vírus. Destes, 100 já estão recuperados, e outros 13 estão em processo de recuperação, e com sintomas leves.

Gostou? Compartilhe