Devemos ou não usar cotonetes para limpar os ouvidos?

A médica otorrinolaringologista, Dra. Thaís Marques da Costa orienta sobre os cuidados com a limpeza dos ouvidos

Por
· 1 min de leitura
Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação
Foto: Divulgação
Você prefere ouvir essa matéria?

 A cera, também conhecida como cerume, é uma substância produzida pelas glândulas sebáceas presentes no canal auditivo, com o objetivo de proteger o ouvido contra infecções e evitar a entrada de objetos, insetos, poeira, água e areia, por exemplo. Assim, por formar uma barreira física e ser impermeável evita que agentes externos causem danos à saúde do ouvido.  

E como fazer a limpeza dos ouvidos? Apenas a cera que aparece na superfície deve ser removida. Para isso, basta friccionar levemente uma toalha macia após o banho, na parte de fora das orelhas para retirar o excesso de cera. 

Os cotonetes não devem ser usados, pois podem empurrar a cera para o interior do canal auditivo conferindo a sensação de ouvido tapado e dificultando para ouvir. Além disso, há sempre a possibilidade de ferir os ouvidos e até causar perfuração da membrana do tímpano, caso sejam inseridos de maneira errada ou com excesso de força. 

Mas, em algumas pessoas, a produção de cerume pode se intensificar, formando um excesso de cera que prejudica a audição e pode causar dores ou desconfortos nos ouvidos. Em casos de dor de ouvido, sensação de entupimento e/ou de perda auditiva, é fundamental procurar ajuda de um médico otorrinolaringologista. 

Ao otorrino cabe avaliar se há uma produção excessiva de cerume e a necessidade ou não de removê-lo do local. Caso ocorra a obstrução do ouvido pela cera o otorrino vai avaliar a melhor forma de retirá-la, sendo através de lavagem otológica, instrumentos próprios para a remoção como curetas ou por aspiradores. 

 

Colaboração: Dra. Thais Marques da Costa, médica otorrinolaringologista do Hospital de Clínicas de Passo Fundo

Gostou? Compartilhe