Após vacinar pessoas com 18 anos, município realizará repescagem nesta semana

Por
· 2 min de leitura
Foto: Michel Sanderi/PMPFFoto: Michel Sanderi/PMPF
Foto: Michel Sanderi/PMPF
Você prefere ouvir essa matéria?

Passo Fundo chegou, no último sábado (28), em um marco importante da vacinação contra a Covid-19: a cobertura vacinal de jovens com 18 anos. Ao concluir os grupos previstos no Plano Nacional de Imunizações, o município aguarda determinações do Ministério da Saúde e do governo estadual sobre os próximos passos da campanha. Enquanto isso, estruturou uma repescagem para esta semana para que pessoas que ainda não fizeram a primeira dose iniciem o esquema.

De acordo com a secretária de Saúde, Cristine Pilati, a cobertura vacinal em Passo Fundo é satisfatória. "Em termos de saúde pública, ultrapassar os 90% de cada grupo etário significa êxito na mobilização. Nós conseguimos esse resultado em Passo Fundo a partir de um trabalho incansável da gestão e de todos os servidores envolvidos e, desde o início, buscando executar esse processo com responsabilidade", afirmou.

Ainda conforme a secretária, mais de 70% de toda a população já foi vacinada. "Esse é um número de equilíbrio para a imunização. Lembramos que ainda necessitamos completar o esquema vacinal. Estamos chegando a 40% da população com segundas doses", mencionou.

Para ampliar a cobertura, uma repescagem será realizada na quinta-feira (2), das 14h às 19h horas, no CTG Lalau Miranda. Esse é um momento para que quem não conseguiu possa fazer a primeira dose.

Conforme a secretária, ainda não há previsão da vacinação de adolescentes sem comorbidades e, por isso, neste momento, a vacinação não seguirá por faixa etária. "Estamos esperando o governo federal incluir os adolescentes sem comorbidades no PNI, assim como aguardamos orientações sobre a terceira dose em idosos com mais de 70 anos", ponderou.


Segundas doses

Segue, nas unidades de saúde, a aplicação de segundas doses da AstraZeneca para quem tem prazo de até 10 de setembro para concluir o esquema.

Locais: Cais Hípica e Cais Vila Luíza, das 8h às 16h; Ambulatório de Especialidades, das 8h às 12h e das 13h às 16h; e ESF Nenê Graeff, ESF Zachia, ESF São José, ESF Donária/Santa Marta e ESF Vila Nova, das 8h às 11h30 e das 13h às 15h.

Na sexta-feira (3), haverá segundas doses da Pfizer para quem tem prazo de até 15 de setembro e da Coronavac para quem tem prazo de até 13 de setembro para a conclusão do esquema. A vacinação será realizada no CTG Lalau Miranda, das 8h às 12h.

Para concluir a vacinação, é necessário apresentar documento de identificação com foto, CPF ou cartão SUS e carteirinha de vacinação com o registro da primeira dose.


Reestruturação da vacinação

Após as aplicações programadas para a semana, a vacina deverá ser descentralizada para unidades de saúde. Para a secretária, o objetivo é aproximar as comunidades da vacinação, tornando o acesso mais fácil. "Estamos estudando a melhor forma disso acontecer sem que seja perdido doses de vacina. Importante ressaltar que elas têm validades diferentes após os frascos abertos, e os horários precisam ser planejados com cautela para melhor aproveitamento", considerou.

Gostou? Compartilhe