Calor volta e semana tem alerta para raios ultravioleta

Massa de ar seco e quente chega à região na quarta-feira. Maior incidência de raios UV-A deve ser registrada na quinta-feira

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Após um final de semana com temperaturas amenas, o calor deve voltar à região na quarta-feira devido à chegada de uma massa de ar quente e seco. Com o céu limpo e a baixa umidade relativa do ar, há um alerta para a incidência de raios ultravioleta (UV-A) principalmente na quinta-feira. Para a semana, há ainda possibilidade da rápida passagem de uma área de instabilidade na sexta-feira.

De acordo com o observador meteorológico da Embrapa Trigo/Inmet Ivegndonei Sampaio a entrada de um ar frio e seco foi o responsável por deixar o final de semana e a segunda-feira com temperaturas mais amenas. Nesta terça-feira o dia ainda pode ficar parcialmente nublado a nublado e há possibilidade de formação de nuvens carregadas que podem ocasionar chuva fraca e em pontos isolados. Durante o período as temperaturas variam entre 14ºC e 28ºC.

Na quarta-feira, uma massa de ar quente e seco chega e se estabiliza na região. O dia inicia parcialmente nublado a nublado com possibilidade de chuva fraca e em áreas isoladas. A temperatura mínima será de 16ºC e a máxima já pode alcançar os 32ºC. Na quinta-feira o dia fica claro a parcialmente nublado com temperaturas entre 16ºC e 32ºC.

Alerta
Para a quinta-feira também tem alerta para os índices de raio ultravioleta que se intensificam em função do céu limpo e da baixa umidade relativa do ar. “Em função da maior incidência dos raios UV-A a nossa região fica em estado de alerta. As pessoas devem se proteger do sol principalmente na quinta-feira”, orienta Sampaio. No mês de novembro, as temperaturas têm apresentado comportamento dois graus acima da média, além de a umidade relativa do ar estar 8% abaixo da média.

Instabilidade
Uma frente fria formada no sul do Estado deve chegar à região durante a sexta-feira. Ao final da tarde e durante a noite ela pode trazer pancadas de chuva, descargas elétricas e rajadas de vento. A chuva pode ainda se estender durante o sábado dependendo da intensidade com que a frente fria chegue à região. Também não se descarta a possibilidade de ocorrência de granizo em áreas isoladas. As temperaturas permanecem estáveis até o domingo.
Caso não chova até a sexta-feira, o mês de novembro deverá se caracterizar como o de menor volume de chuva nos últimos 52 anos. Até agora, o acumulado é de 33 milímetros, o que representa apenas 25% da média histórica de 131,7mm.

Gostou? Compartilhe