Câmara discute implantação de delegacia de animais no município

Documento solicita a instituição de cartórios especializados na investigação de crimes de maus-tratos e as crueldades aos animais, através do selo “Delegacia de Polícia Amiga dos Animais"

Por
· 1 min de leitura
Foto: Arquivo/PMPFFoto: Arquivo/PMPF
Foto: Arquivo/PMPF
Você prefere ouvir essa matéria?

A Câmara de Vereadores de Passo Fundo sediou uma reunião para tratar de mais avanços dentro da causa animal no município. O presidente da Casa Legislativa, vereador Rafael Colussi (DEM), coordenou o encontro para formalizar um pedido de sua autoria para criação de uma Delegacia dos Animais em Passo Fundo. Na quinta-feira (6), participaram representantes da Segurança Pública, Justiça, Legislativo e Executivo.

No Plenário Sete de Agosto, Colussi apresentou as devidas justificativas para pleitear junto à Secretaria Estadual de Segurança Pública e a chefia de Polícia Civil, a adesão à ideia para a Delegacia Regional, segundo a assessoria de imprensa da Câmara de Vereadores. Trata-se de um documento que solicita a instituição de cartórios especializados na investigação de crimes de maus-tratos e as crueldades aos animais, através do selo “Delegacia de Polícia Amiga dos Animais”. Ele foi entregue aos representantes presentes para que sejam feitos os devidos trâmites que agilizem a instalação do novo setor.

A Secretária do Meio Ambiente, Gabriela Engers, ressalta a iniciativa, salientando o cartório especializado ser uma nova alternativa para combater os maus-tratos aos animais. “Devemos pensar no pós-efetivação dos cartórios, visando à segurança dos animais, não podemos deixá-los nos ambientes que estão, tão pouco entregá-los aos canis, devemos junto com as entidades, encontrar lares adotivos para esses animais”, observou.

O delegado Adroaldo Schenkel concordou com a iniciativa de instalar o cartório em Passo Fundo trazendo assim uma sensibilidade no atendimento à demanda proposta. “A instalação deste cartório especializado na investigação de crimes de maus-tratos e crueldade contra os animais virá para atender a uma necessidade que o município possui por ter uma considerável demanda de situações envolvendo animais, como abandono, maus-tratos, etc. Ainda deve-se considerar que a iniciativa já é praticada em outras cidades e o Município deve aderir à ideia”, pontuou.

Segundo Colussi, a instalação de cartórios, que já está em execução em outros municípios, é indispensável para o município, como forma de prestigiar a investigação e repressão aos crimes cometidos contra os animais. “É um importante avanço para a causa animal em nosso município, e para nossa região, a instalação de um departamento especializado em investigação a crimes de crueldade e maus-tratos contra os animais. Assim, além de propiciar maior proteção aos animais, a Delegacia de Polícia Amiga dos Animais é mais um instrumento para buscar coibir aqueles que realizam tais atrocidades. A instalação desta delegacia representa mais uma conquista para nossa cidade”, declarou.


Gostou? Compartilhe