Passo Fundo - 164 anos: informatização de trâmites direciona para desburocratização do serviço público

No primeiro semestre do ano, quase 100 serviços foram disponibilizados em plataformas virtuais

Por
· 2 min de leitura
“A cidade foi projetada, pensada e idealizada a partir de 2013 de uma nova forma”, Pedro Almeida, prefeito de Passo Fundo (Foto: Michel Sanderi/PMPF)“A cidade foi projetada, pensada e idealizada a partir de 2013 de uma nova forma”, Pedro Almeida, prefeito de Passo Fundo (Foto: Michel Sanderi/PMPF)
“A cidade foi projetada, pensada e idealizada a partir de 2013 de uma nova forma”, Pedro Almeida, prefeito de Passo Fundo (Foto: Michel Sanderi/PMPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

Quando o prefeito de Passo Fundo, Pedro Almeida (PSD), apresentou à diretoria do Sindicato da Indústria e Construção Civil (Sinduscon) o ante-projeto de uma proposta de fomento ao setor, em fevereiro deste ano, um novo ambiente de negócios foi gerado na cidade. Com menos papel e mais celeridade, a informatização de trâmites mirava a desburocratização do serviço público. 

Em casa ou ao deslizar o dedo pelo smartphone, os passo-fundeses estão a um toque de tela de otimizar o tempo e agilizar a tramitação de quase 100 serviços já disponíveis em plataformas virtuais. “A tecnologia deve estar sempre em sintonia com o servidor, com o atendimento humanizado, principalmente na área da saúde”, destacou o prefeito. O progresso no modo como os cidadãos se relacionam com a Administração Pública, ponderou Almeida, consolida o direcionamento a uma gestão mais moderna. “Somos um governo de continuidade e evolução. A cidade foi projetada, pensada e idealizada a partir de 2013 de uma nova forma”, ressaltou o chefe do Executivo local.

A partir da implementação de programas, como o “Obra Fácil”, que reduz a burocracia necessária para empreendimentos de menor impacto, a geração de emprego e renda poderá ser potencializada com uma tramitação mais ágil dos projetos. “Trabalhamos todas as nossas ações sobre uma plataforma de três eixos: ciência, tecnologia e gestão de resultados; humanização e cuidado com as pessoas; e retomada do desenvolvimento”, lembrou o prefeito. 


Online

Com a simplificação de alguns serviços públicos, e redução de itens necessários para a aprovação e o licenciamento, as plataformas digitais atuam como facilitadoras das rotinas de trabalho e ampliam o acesso dos cidadãos a informações referentes às ações dos gestores públicos municipais através do Diário Oficial Eletrônico. 

A emissão de alvarás, igualmente digitalizados neste ano, possibilita que o contribuinte solicite a abertura de novas empresas ou altere a razão social das já existentes, por exemplo, pela plataforma virtual da Prefeitura. “Eu sou muito otimista com o futuro de Passo Fundo. Nós estamos avançando na vacinação, somos o município, acima de 100 mil habitantes, que mais vacina no Estado. Vamos vencer essa pandemia. Aliado a isso tem o desenvolvimento econômico”, observou o prefeito Pedro Almeida. 

Ao reduzir o tempo de espera pela emissão dos documentos, que fornecem uma segurança jurídica, a desburocratização da máquina pública também contribui para o progresso das áreas fundamentais para o desenvolvimento da economia local. “Já temos sinais da indústria, do agronegócio, do comércio e da construção civil de que teremos um crescimento rápido nos próximos anos”, afirmou Almeida. “Nosso primeiro programa veio para isso, concentrar os esforços e ajudar a cidade a crescer”, salientou.



Gostou? Compartilhe