POLIOMIELITE: cobertura vacinal contra a paralisia infantil cai 10% em um ano em Passo Fundo

Campanha de multivacinação ocorre em 24 unidades de saúde para imunizar crianças e adolescentes

Por
· 2 min de leitura
73,58% das crianças foram imunizadas neste ano no município (Foto: Divulgação/ON)73,58% das crianças foram imunizadas neste ano no município (Foto: Divulgação/ON)
73,58% das crianças foram imunizadas neste ano no município (Foto: Divulgação/ON)
Você prefere ouvir essa matéria?

A cobertura vacinal contra a paralisia infantil teve uma queda superior a 10% entre 2020 e 2021, em Passo Fundo, segundo indica o painel do DATASUS. Na última atualização no sistema de gerenciamento das informações sobre a saúde pública das localidades brasileiras, na segunda-feira (4), a taxa de crianças imunizadas contra a poliomielite foi reduzida de 82,69% para 73,58% neste ano no município.

Com 1,7 mil doses aplicadas até setembro, conforme mostra a interface vinculada ao Ministério da Saúde, a Campanha Nacional de Multivacinação irá atualizar a caderneta de vacinação de crianças e adolescentes menores de 15 anos até o dia 29 de outubro. “O objetivo central é evitar que algumas doenças que já estão erradicadas voltem a ser notificadas. Além disso, proteger a vida das crianças”, destacou a secretária municipal de Saúde de Passo Fundo, Cristine Pilati.

Apesar de não registrar casos de pólio há quase 30 anos, o risco de reintrodução da doença existe pela circulação viral no Afeganistão e no Paquistão. “O país e o Rio Grande do Sul não estão alcançando as metas de coberturas vacinais há cinco anos, levando a possível formação de bolsões de suscetíveis e, com isso, o alto risco de reintrodução da doença”, alertou o comunicado da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Vacinas disponíveis

Com 24 salas de imunização abertas para receber os grupos prioritários, Cristine destaca ser “imprescindível” a atenção dos responsáveis legais às administrações da vacina nos pacientes menores de idade. Além das doses contra a poliomielite, os pequenos passo-fundenses podem receber os imunizantes contra BCG, hepatite A e B, penta, pneumocócica 10 valente, Meningocócica C, e as vacinas que geram anticorpos contra a febre amarela, sarampo, rubéola, caxumba, varicela e HPV quadrivalente.

Doenças erradicadas

Sem notificar a circulação do vírus do sarampo desde 1999, o Estado confirmou 185 casos, entre 2018 e 2020, sem óbitos, de acordo com o reporte da Vigilância Epidemiológica gaúcha, com uma maior concentração de casos na faixa etária entre dez e 29 anos. “Na medida em que as doenças passam a não circular mais, justamente porque se mantiveram elevadas coberturas vacinais, principalmente a partir dos anos 2000, muitas doenças tornaram-se desconhecidas, fazendo com que algumas pessoas não tenham noção do perigo representado por elas”, avaliou a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Tani Ranieri, ao mencionar uma das razões que podem explicar a queda da cobertura vacinal.

Considerando dez das vacinas previstas até o primeiro ano de idade, em nenhuma delas foi alcançada a meta de vacinação, que seria atingir pelo menos 95% do público da idade preconizada nos últimos quatro anos, sendo que em 2020 nenhuma ficou acima dos 90%, conforme advertiu a SES no lançamento da campanha multivacinação. “Os dados de 2021 ainda são parciais, pois essas vacinas de rotina têm um prazo de até seis meses para o município registar no sistema do Programa Nacional de Imunizações”, justificou o comunicado de imprensa do órgão de saúde do Estado.

Onde se vacinar em Passo Fundo

Central de Vacinas; Ambulatório de Especialidades; Ambulatório São José; Ambulatório São Luiz Gonzaga; Cais Hípica; Cais Vila Luíza; ESF Adriana Lírio; ESF Adolfo Groth; ESF Donária/Santa Marta; ESF Ivo Ferreira; ESF Jardim América; ESF Mattos; ESF Nenê Graeff; ESF Planaltina; ESF São Cristóvão; ESF Valinhos; ESF Vila Ricci; ESF Zachia; ESF Jaboticabal; ESF Caic Edu Azambuja; UBS Vila Nova/Santa Maria; UBS Jerônimo Coelho; UBS Adirbal Corralo e UBS Parque Farroupilha.

Gostou? Compartilhe