Dos livros para o palco

Em parceria com o Sesc, Núcleo Rindo à Toa apresenta sequência de espetáculos que homenageia três dos maiores escritores brasileiros

Escrito por
,
em
Marcio Meneghell durante espetáculo "O homem que acreditava"

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir sua matéria?

O Núcleo Rindo à Toa promove, a partir desta sexta-feira (14), três noites de espetáculos baseados na vida e obra de importantes autores brasileiros. No projeto, que mescla a linguagem literária à teatral, os escritores Machado de Assis, Chico Xavier e Caio Fernando Abreu tomam conta do palco pela interpretação do ator Marcio Meneghell. O texto e a direção são de Edson Bueno. A programação acontece de 14 a 16 de fevereiro, no Teatro do Sesc Passo Fundo, sempre às 20h. Ingressos custam entre R$ 12 e R$ 30.

 

Sexta-feira (14 de fevereiro): Machado de Assis

Na primeira noite de espetáculo, Marcio Meneghell sobe ao palco vivendo a persona de Machado de Assis para contar para a plateia seus contos, pensamentos e ideias, na peça “O Bruxo”. De acordo com o ator, a interpretação que persegue o humor cáustico, a inteligência, sagacidade e talento de um dos maiores romancistas brasileiros. “Toda a obra de Machado de Assis é de uma contemporaneidade luminosa e uma percepção aguda e apurada da alma brasileira. Um espetáculo essencial e uma viagem fantástica à melhor literatura brasileira”, descreve.
Com texto composto a partir de contos, “O Bruxo” apresenta como personagem protagonista um contador de histórias que é o próprio Machado de Assis, depois de morto. Como destaca o diretor, Edson Bueno, essa analogia aproxima ainda mais o público do mundo absurdo-incrível presente nos textos do gênio brasileiro. “Assistir Machado de Assis é experimentar o melhor da arte e compreender que da literatura de Machado ninguém sai incólume. Ele tinha um olhar próprio para o ser humano e suas escolhas. O personagem machadiano é sempre uma espécie de Don Quixote batalhando com ele mesmo. Machado de Assis é gênio, cruel, engraçado, irônico, profundo, impiedoso e também apaixonado. É experiência para o resto da vida!”.

 

Sábado (15 de fevereiro): Chico Xavier

“Um Coração Feliz” é a peça que marca a segunda noite do projeto desenvolvido em parceria entre o Núcleo Rindo à Toa e Sesc Passo Fundo. Nesta montagem, que serve de homenagem a Chico Xavier, o ator Marcio Meneghell relata um depoimento vivo sobre experiências inspiradas pelas palavras, sentimentos e vivências do médium. “Todas as experiências de Chico Xavier remetem a uma relação transcendente dos seres humanos. O que, em muitos casos, parece o fim de uma trajetória, é na verdade o começo de uma nova vida, voltada para a iluminação do espírito e a transformação do medo e do individualismo em generosidade e grandeza de coração. Levar as palavras de Chico para o palco nos enche de amor e paz espiritual. ‘Um Coração Feliz’ um mergulho teatral e vivo da doutrina espírita em sua beleza, grandeza e humanidade”, resume Bueno.

 

Domingo (16 de fevereiro): Caio Fernando Abreu

Descrito como um espetáculo para quem não tem medo da dor e da verdade, “O homem que acreditava” toma como inspiração a literatura e o espírito humanista do escritor Caio Fernando Abreu – também interpretado por Marcio Meneghell – para estabelecer um diálogo aberto e franco com o público. Com seu olhar suave e dolorido para com as imperfeições da vida, o famoso autor gaúcho garante à montagem reflexões sobre o amor, a morte, o medo, as injustiças sociais e a aventura de viver. “A escolha do tema não poderia ser outra principalmente nessa fase de transição do novo grupo, o humano, o coração, a dor e as verdades que rodeiam nosso dia a dia. Caio Fernando é gênio quando se trata de entender pessoas, e esse é o objetivo do espetáculo: a conversa ao pé do ouvido com o expectador, quase que em tom de confissão que vai mexer com o inconsciente de todos nem que seja por um breve instante”, diz a sinopse.


Ingressos
Os ingressos para as três noites de espetáculo podem ser garantido no Sesc, na Academia Simbiose e na Livraria Nobel do Bella Città Shopping Center. O preço para cada peça varia de acordo com a modalidade: R$ 12 para comerciários que possuem cadastro no Sesc; R$ 15 meia-entrada para estudantes e idosos; ou R$ 30 inteira.


((((((Fotos: Divulgação

Gostou? Compartilhe