Cerca de 1,8 mil receberam primeira dose neste sábado

Passo Fundo contabiliza mais de 37 mil pessoas vacinadas contra a Covid-19

Por
· 1 min de leitura
Nascidos em 1957 receberam a primeira dose - Foto-Diogo Zanatta-PMPFNascidos em 1957 receberam a primeira dose - Foto-Diogo Zanatta-PMPF
Nascidos em 1957 receberam a primeira dose - Foto-Diogo Zanatta-PMPF
Você prefere ouvir essa matéria?

 Em mais um sábado de vacinação, aproximadamente 1,8 mil pessoas foram vacinadas em Passo Fundo. Realizada no CTG Lalau Miranda, também em formato drive-thru, a vacinação foi direcionada a pessoas que nasceram em 1957, que completarão ou completaram 64 anos em 2021. "É esperança, né", resumiu Vera Lúcia dos Passos, de 64 anos, após receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A secretária de Saúde, Cristine Pilati, destaca que, apesar do grande movimento registrado no início da manhã, a vacinação ocorreu com agilidade ao longo do dia. "Nos dias de vacinação, a movimentação mais intensa é nas primeiras horas da manhã. No entanto, contamos com o apoio de muitas pessoas e voluntários para garantir que o processo seja rápido para a população", afirma.

Nesta última remessa, o governo estadual encaminhou a Passo Fundo 2.520 doses para os idosos. As cerca de 700 doses que sobraram da vacinação deste sábado, devido ao baixo quantitativo, serão armazenadas e somadas ao próximo lote para o público-alvo, que deverá ter a faixa etária de cobertura ampliada. Com a vacinação deste sábado, Passo Fundo contabiliza mais de 37 mil pessoas vacinadas com a primeira dose.

Profissionais da segurança

Além das vacinas para idosos, o estado encaminhou 214 doses para profissionais da segurança e salvamento que atuam em ações de enfrentamento da Covid-19.

Conforme a secretária, os trabalhadores que serão contemplados estão sendo chamados. "Na segunda-feira, iniciaremos com os da Polícia Federal. Veio uma remessa específica para eles, e eles já foram chamados para comparecer à vacinação", pontua. A vacinação dos profissionais de segurança e salvamento foi adiantada para os que fazem atendimento ou transporte de pacientes, resgate e atendimento pré-hospitalar, ações de vacinação e vigilância de distanciamento social. Demais trabalhadores serão vacinados seguindo o ordenamento do Plano Nacional de Imunizações (PNI).

Gostou? Compartilhe