MEDICINA & SAÚDE - Consequências do uso abusivo de telas preocupam pediatras

Atração está presente na programação do XIII Congresso Gaúcho de Atualização em Pediatria

Por
· 1 min de leitura
Uso de telas foi intensificado pela pandemia (Foto – Pixabay)Uso de telas foi intensificado pela pandemia (Foto – Pixabay)
Uso de telas foi intensificado pela pandemia (Foto – Pixabay)
Você prefere ouvir essa matéria?

As pesquisas mostram que quanto maior o tempo de exposição às telas, pior é o desempenho cognitivo das crianças. As consequências, no entanto, vão além. A abordagem da sessão presente no Congresso Gaúcho de Atualização em Pediatria será focada em duas importantes áreas: oftalmo e otorrinolaringologia. "Juntamente com outros tópicos de grande relevância, teremos um painel dedicado ao uso abuso de telas e suas consequências oftalmo e otorrinolarigológicas. É um tema que já nos preocupava e que agora foi intensificado pela pandemia. Contaremos com a participação da oftalmo-pediatra, Rosane Ferreira e da otorrino-pediatra, Rita Carolina Krumenauer, ambas com grande experiência”, destaca a presidente do XIII Congresso Gaúcho de Atualização em Pediatria e moderadora da sessão, Tânia Resener.


Sexta-feira

A palestra está prevista para às 18h20 da próxima sexta-feira (11/06). A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda evitar a exposição de crianças menores de dois anos às telas, além de limitar o tempo de uso ao máximo de uma hora por dia, entre dois e cinco anos, com a supervisão de pais, cuidadores ou responsáveis. O XIII Congresso Gaúcho de Atualização em Pediatria é um evento oficial da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS). As palestras acontecem nos dias 11 e 12 de junho, sendo o evento realizado totalmente de forma virtual por conta das restrições impostas na prevenção da propagação da Covid-19. Outras informações podem ser obtidas no site da entidade.

Gostou? Compartilhe