Dia de campo da Cotrijal apresenta oportunidades para o inverno

Evento foi realizado entre 29 e 30 de setembro

Por
· 1 min de leitura
Produtores puderam conferir 20 cultivares do portfólio da cooperativa (Foto: Divulgação/ON)Produtores puderam conferir 20 cultivares do portfólio da cooperativa (Foto: Divulgação/ON)
Produtores puderam conferir 20 cultivares do portfólio da cooperativa (Foto: Divulgação/ON)
Você prefere ouvir essa matéria?

Produtores de toda a área de abrangência da Cotrijal participaram do Dia de Campo de Inverno 2021 nos dias 29 e 30 de setembro. Realizado na Área Experimental da Cotrijal Sementes, gerou oportunidade de ver o desempenho de aproximadamente 20 cultivares que estão no portfólio da cooperativa, incluindo trigo, cevada, triticale e aveias preta e branca. Os produtores puderam também ver materiais que ainda estão em desenvolvimento.

A gerente de Produção de Sementes da Cotrijal, Claudia Moi Soares Rother, destaca que a área experimental foi implantada para facilitar a tomada de decisão do produtor. “Compartilhar informações que possam auxiliar na rentabilidade do negócio é o principal propósito e estamos satisfeitos com a ampla adesão ao evento deste ano”, destacou.

Além de avaliar o desempenho das cultivares, os produtores receberam informações sobre tecnologia de aplicação, o trabalho da Unidade de Beneficiamento de Sementes na busca por qualidade, a importância das culturas de inverno para o sistema de produção e perspectivas do mercado de trigo.

Gilberto Maldaner e o filho Guinter, de Tapera, estão otimistas com a safra de inverno e relataram satisfação de poder voltar a participar de um dia de campo presencial. Eles têm 400 hectares de trigo e 100 de cevada implantados nesta safra, parte para produção de sementes para a Cotrijal. “É muito bom podermos avaliar de perto novas cultivares, que possam trazer melhor resultado”, pontuou Gilberto.

Novas possibilidades

O superintendente de Produção Agropecuária da Cotrijal, Gelson Melo de Lima, disse que o Rio Grande do Sul vive um momento importante de discussão da necessidade de integração dos diversos setores que compõem a cadeia de produção de alimentos em busca de alternativas que possam gerar renda durante o inverno. “Com a redução da área de milho, abre-se a possibilidade de usar culturas de inverno para produção de rações e talvez também para etanol. Estamos atentos e participando dessas discussões, lideradas pela Embrapa”, informou.

Supercampo

Na saída do dia de campo, equipe da Supercampo apresentou informações sobre a plataforma de comércio virtual, que integra 12 cooperativas brasileiras, incluindo a Cotrijal. Lançada em 2020, é uma iniciativa inédita de intercooperação digital, que já dispõe de 150 fornecedores e 25 mil produtos para compra. A venda dos produtos é exclusiva para associados e colaboradores das cooperativas.

Gostou? Compartilhe