Reunião do Projeto Guardião trata da ampliação do sistema de videomonitoramento

A segunda fase do projeto prevê a instalação de mais câmeras, do cercamento eletrônico e da sala espelho da Polícia Federal

Por
· 1 min de leitura
Encontro reuniu os integrantes do Comitê Gestor do Projeto Guardião (Foto: Divulgação/Acisa)Encontro reuniu os integrantes do Comitê Gestor do Projeto Guardião (Foto: Divulgação/Acisa)
Encontro reuniu os integrantes do Comitê Gestor do Projeto Guardião (Foto: Divulgação/Acisa)
Você prefere ouvir essa matéria?

Uma reunião realizada nesta segunda-feira (22) entre os gestores do Projeto Guardião de Passo Fundo tratou da ampliação do sistema de videomonitoramento que está em operação desde 2018 no município. Atualmente, cerca de 150 câmeras reforçam a segurança da comunidade e auxiliam a polícia na prevenção e elucidação de crimes.

O encontro buscou dar início à segunda etapa do Projeto Guardião, que prevê a instalação de mais câmeras, além do cercamento eletrônico, uma ferramenta que auxilia no combate ao furto e roubo de veículos por meio da emissão de um alerta quando algum veículo que está em situação irregular passa por uma das câmeras. O grupo começa a projetar também a implantação de uma sala espelho das câmeras de videomonitoramento na sede da Polícia Federal, como a que já existe na Polícia Civil.

O Comitê Gestor do Projeto Guardião pretende buscar recursos por meio da iniciativa privada, de empresas apoiadoras do projeto. A ideia é incluir o Projeto Guardião no Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul (Piseg) e passar a contar com o apoio das empresas da iniciativa privada com o intuito de conseguir verba para realizar todas as etapas previstas. O projeto completo prevê o custo de R$ 7 milhões, que, além das novas câmeras, inclui novos servidores, mais armazenamento para as imagens e novos softwares.

Participaram da reunião o presidente do Comitê Gestor do Projeto Guardião, José Luís Turmina, o presidente do Conselho Consultivo e Deliberativo da Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agronegócio (Acisa), Evandro Silva, o secretário municipal de Segurança Pública, João Darci Gonçalves da Rosa e os representantes dos órgãos de segurança da cidade, Tenente Coronel Volnei Ceolin, comandante do 3º RPMon da Brigada Militar, o subcomandante Marcelo Rovani, o delegado regional da Polícia Civil, Adroaldo Schenkel, e o delegado da Polícia Federal, Sandro Luiz Bernardi.


Gostou? Compartilhe