Câmara presta homenagem à ONG AMOR

Por
· 4 min de leitura
Foto: Comunicação Digital/CMPFFoto: Comunicação Digital/CMPF
Foto: Comunicação Digital/CMPF
Você prefere ouvir essa matéria?


Através de uma Sessão Solene realizada nesta quarta-feira (15), a Câmara de Vereadores realizou uma homenagem aos 10 anos da entidade assistencial ONG AMOR. A proposição foi de autoria da Vice-Presidente do Legislativo, vereadora Janaina Portella (MDB), através de Requerimento.

A solenidade aconteceu no Plenário Sete de Agosto, seguindo as devidas ações preventivas de segurança sanitária, com a obrigatoriedade do uso de máscara e álcool gel, e o distanciamento social, com a presença de público restrito, respeitando a capacidade de 20% de ocupação do espaço, conforme prevê a Resolução da Mesa Diretora do Legislativo.

A Sessão Solene contou com a presença do vice-prefeito de Passo Fundo, João Pedro Nunes, representando o Executivo Municipal e da presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA), Salete de Souza.

Na abertura da solenidade, comandando a Sessão, o presidente do Legislativo, vereador Rafael Colussi (DEM), destacou a motivação que originou a proposta da homenagem a ONG Amor, em especial, os dez anos de relevantes serviços desenvolvidos em prol de crianças, adolescentes e famílias de Passo Fundo, que vivem em situação de vulnerabilidade social. “Parabenizamos a entidade pela importância do trabalho social realizado ao longo dos seus 10 anos de existência, o que torna justa e merecida a homenagem concedida pelo Legislativo”, afirmou.  

A autora da homenagem, vereadora Janaina, usou seu espaço na tribuna para contar um pouco da história e do trabalho desenvolvido pela ONG Amor. Através da apresentação de um vídeo institucional, retratando o dia a dia dos voluntários fazendo a entrega de alimentos, corroborou a importância da presença da entidade na vida das famílias que atende. Logo, falou do seu sentimento de alegria em poder prestar a homenagem à entidade. “Conferir essa deferência a entidade, que aos poucos nasceu, de uma forma muito humilde, que expressou nessa caminhada, nesses 10 anos, o amor ao outro e construindo todos os dias, porque é uma caminhada contínua, sua vivência, suas ações, suas atividades, com total transparência junto à comunidade de Passo Fundo, é uma honraria para esta vereadora, proponente desta sessão”, salientou Janaina.

Janaina também destacou o trabalho de todos os profissionais, colaboradores e funcionários que integram a equipe, em especial ao fundador e presidente da entidade, Milton Menezes. “Nosso reconhecimento a todos os que contribuem para esse trabalho, mais em especial ao Sr. Milton, que renunciou sua vida pessoal e profissional para dedicar-se exclusivamente para esse trabalho altruístico e que encontrou no voluntariado sua missão de vida”, reforçou. 

Acompanhados de todos os demais parlamentares presentes na cerimônia, o presidente da Casa e a proponente da solenidade, vereadora Janaina, realizaram a entrega da placa de Honra ao Mérito ao Sr. Milton Menezes, que compartilhou a homenagem com todos os demais funcionários e integrantes da ONG Amor.  

Em seu espaço na Tribuna, Milton agradeceu a Câmara de Vereadores pelo reconhecimento a entidade, em especial a proponente, vereadora Janaina, ressaltando que a homenagem é para todos aqueles que fazem parte da história da ONG Amor. “É muito importante esse reconhecimento para darmos visibilidade a entidade perante a comunidade, pois é dela que dependemos para realizar nosso trabalho. Mas mais importante, é destacar o trabalho de toda a equipe da ONG Amor e de todos os que colaboram conosco, porque como todos sabem, uma pessoa sozinha não faz nada, e nós temos profissionais maravilhosos e pessoas que ajudam, e que, se não fossem por elas, a ONG não existiria. Essa homenagem é para cada um dos funcionários, dos integrantes da diretoria e de todos os que colaboram de alguma forma”, salientou.

Milton ainda deixou uma reflexão sobre o que move o trabalho da ONG Amor, lembrando que “a vida é muito mais do que aquilo que a gente percebe, do que visualizamos, pois existe algo muito maior que se torna invisível para maioria, mas que influencia a vida de cada um, e isso se chama amor. O amor é centro de tudo, é aquilo que existe de mais importante no universo”, reforçou, afirmando que quando decidiu abrir mão da vida comum para fazer algo diferente, “sempre soube que tinha haver com amor, que essa era minha missão, porque o amor é a energia mais poderosa e transformadora que existe”, concluiu.


ONG Amor

Fundada em 16 de janeiro de 2011, a ONG AMOR é uma entidade comunitária e filantrópica, que desenvolve programas de assistência social, em prol do bem-estar e da melhoria da qualidade de vida de crianças, adolescentes e famílias que vivem em estado de vulnerabilidade social. Através de atividades lúdicas, recreativas, culturais, esportivas, cooperativas, solidárias, pedagógicas e dinâmicas de grupo, busca trabalhar valores, respeito, disciplina e a cultura da Paz (não-violência). Os projetos ainda contemplam atividades de inclusão social e digital, atendimento psicológico, qualificação profissional, cursos, oficinas de música, artes, dança, esportes, teatro e informática, entre outros.

Localizada na Vila Fátima, atualmente, a entidade recebe, diariamente, 170 alunos, além de prestar assistência para aproximadamente 634 famílias, através do atendimento de crianças e adolescentes, visitação familiar, geração de renda, distribuição de alimentos, de roupas e agasalhos.

Possui sede própria, cedida através de comodato até o ano de 2028, em um terreno de aproximadamente 2.000m² de área e um conjunto de edificações com cerca de 420 m², que contemplam salas de informática, de convivência, biblioteca, brinquedoteca, salas de atendimento psicossocial, refeitório, salas de apoio, do brechó e bazar, entre outros espaços que abrigam todos os programas e projetos disponibilizados pela entidade. Também conta com um pavilhão de 230m², utilizado para atividades com grandes grupos.

A ONG possui uma fruteira em que, diariamente, as pessoas atendidas podem retirar alimentos, além de, todas as quintas-feiras, servir sopão para as famílias. Há também uma área de produção de panificação completa.

Gostou? Compartilhe