Ecoponto recebe mensalmente em média sete toneladas de resíduos volumosos

Espaço foi inaugurado em janeiro e atende a comunidade de forma gratuita

Por
· 2 min de leitura
A maioria dos materiais encaminhados são móveis, madeiras e restos de poda e jardinagem (Foto: Divulgação PMPF)A maioria dos materiais encaminhados são móveis, madeiras e restos de poda e jardinagem (Foto: Divulgação PMPF)
A maioria dos materiais encaminhados são móveis, madeiras e restos de poda e jardinagem (Foto: Divulgação PMPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

Móveis, materiais de construção, sobras de jardinagem e eletrônicos têm destino certo em Passo Fundo. Desde 11 de janeiro, a população pode encaminhar esses materiais, entre outros, para o Ecoponto Municipal para resíduos volumosos. Desde a inauguração, a média é de aproximadamente sete toneladas de resíduos depositados no local por mês. 

O serviço é gratuito e voltado para pequenos geradores de resíduos. O Ecoponto atende a uma das metas do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. “É um espaço criado e planejado para evitar o descarte irregular, que ainda é visível na nossa cidade, em terrenos baldios, encosta de rios e locais inapropriados”, explica a secretária de Meio Ambiente, Gabriela Engers. 

O movimento no local é considerado satisfatório e vem crescendo. “Cada vez mais as pessoas procuram, não só para esses resíduos, mas também para os recicláveis, pelo sentimento de estarem contribuindo para o meio ambiente e para a renda dos cooperativados”, afirma a secretária.

Parte dos resíduos é encaminhada para uma empresa contratada pelo município. Já materiais como papelão, plástico e óleo de cozinha são entregues para as cooperativas de reciclagem que possuem contrato com o poder público municipal.

A população, além de poder levar os materiais até o local, pode consultar com a Secretaria de Transportes e Serviços Gerais a possibilidade dos materiais serem buscados. Para realizar o descarte no Ecoponto é preciso apresentar documento de identificação.

Ecopontos móveis

Além do ecoponto para resíduos volumosos, o município conta com ecopontos móveis em cinco pontos diferentes. As instalações são contêineres em parceria com a iniciativa privada. Nesses locais, podem ser descartados óleo de cozinha, plástico (pet/pvc), papelão e papel, metal, vidros e lacres.

Mais informações

Confira os locais e materiais que podem ser descartados (Infografia: Mateus Batistella/ON)

Cooperativas 

Além dos ecopontos, Passo Fundo conta com quatro cooperativas que recebem resíduos recicláveis. A Cooperativa de Trabalho Amigos do Meio Ambiente, Cooperativa de Trabalho dos Recicladores do Parque Bela Vista, Cooperativa de Trabalho dos Recicladores da Santa Marta e Associação de Recicladores Esperança da Vitória. 

Resíduos

Além de encaminhar os resíduos para os locais corretos, a comunidade também tem o papel de separar os materiais para que possam ser reciclados. É essencial que o óleo, por exemplo, seja depositado em um recipiente separado. Além disso, a separação entre orgânicos e recicláveis é um hábito fundamental.

A reciclagem e reutilização desses materiais são consideradas essenciais para a sustentabilidade do planeta. O consumo em excesso de plástico é um dos maiores problemas ambientais da atualidade, trazendo danos para o planeta e prejudicando a sobrevivência de animais. Além disso, os materiais eletrônicos, por exemplo, quando descartados irregularmente são altamente prejudiciais para os ecossistemas e podem trazer danos também à saúde humana. 


Gostou? Compartilhe