Safra de inverno deve ultrapassar 2,9 milhões de toneladas no estado

Produção de grãos é inferior ao ano passado; metade Norte concentra grande área produtora

Por
· 2 min de leitura
Divulgação/ON Divulgação/ON
Divulgação/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

As culturas de aveia branca grão, canola, cevada e trigo, germinadas em solo gaúcho, devem render uma produção que ultrapassa 2,9 milhões de toneladas para a safra de inverno deste ano. As projeções de colheita foram apresentadas pela Emater/RS-Ascar, na tarde de terça-feira (16), durante uma coletiva de imprensa virtual.

Mesmo com uma área de cultivo superior ao ano passado, que passou de 1,1 milhão para 1,3 milhão de hectares, a produção deve ser inferior aos 3,1 milhões de toneladas colhidas em 2019, de acordo com o cálculo estimativo elaborado a partir de uma análise em 286 municípios gaúchos. A amostra revela uma tendência de consolidação dos grãos de inverno na metade Norte do Estado, com destaque para Passo Fundo, a partir da instalação de empresas de fomento nessas regiões, em especial de canola e cevada, conforme mencionou o diretor técnico da Emater/RS, Alencar Paulo Rugeri. “Estávamos com dificuldade hídrica, mas não temos interferência climática e de solo da estiagem para o inverno”, destacou. 

Principal produto da estação, o trigo deverá ter uma produção de 2,1 milhão de toneladas. Cultivado numa área de 915.712 hectares, 20,34% a mais do que na safra passada, que foi de 760, 9 mil hectares, o grão apresenta tendência de produtividade média de 2.391 quilos por hectare. Concentrado nas regiões de Santa Rosa, Ijuí e Frederico Westphalen, o cultivo apresenta uma variação positiva superior a 30% em Passo Fundo, saltando de 54,7 mil hectares de área plantada, em 2019, para 71,5 mil hectares de área estimada para este inverno. 

A cevada também se consolida como grande alternativa de produção nas regiões de Frederico Westphalen, Erechim, Passo Fundo e Ijuí, conforme apontaram os gráficos apresentados. A cultura registra variação de produtividade nas últimas safras e a expectativa para este ano é de 2,4 mil quilos de cevada por hectare.

Na aveia branca, o estado se encaminha para a produção de grãos, com acréscimo de 6,31% de área. O que é motivo de alegria”, celebrou Rugeri. Com uma produtividade média de 2.051 quilos por hectare, o Estado deverá ter uma produção de 634, 9 mil toneladas, também concentradas na metade Norte do Estado.

A aveia preta grãos tem uma expectativa de cultivo em 237, 4 mil hectares - 4,46% a menos do que na safra passada, de 248.566 hectares-  sendo as principais regiões produtoras Santa Rosa e Ijuí. Entre as regiões produtoras, a de Soledade apresenta para esta safra um aumento de 133,77% na área cultivada, passando de 320 hectares com aveia preta grãos na safra passada para 748 hectares como estimativa para esta safra, enquanto a canola se estabelece como importante cultura agrícola gaúcha com 34.4 hectares, o que representa 6,55% a mais do que na safra passada. 

Legenda: A tendência é de consolidação dos grãos de inverno na metade Norte do Estado, com destaque para Passo Fundo, a partir da instalação de empresas de fomento nessas regiões

Gostou? Compartilhe