OPINIÃO

Muita calma nessa hora!

Por
· 3 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Estamos a poucos dias da eleição e é natural que a tensão aumente nesta reta final. Esse clima mais nervoso vem se verificando desde a semana passada em Passo Fundo, quanto houve uma clara mudança no ritmo da propaganda de rádio e TV. E o resultado se reflete no Judiciário. As juízas responsáveis por esta eleição, Rossana Gelain e Lisiane Sasso foram demandadas desde o começo da campanha, mas com maior intensidade nos últimos dias. Direitos de respostas, retirada de propaganda do ar, acusações de manipulação foram alguns dos objetos que motivaram as ações. Reflexo também para os veículos Rádio e TV que precisam cumprir de imediato as medidas liminares. Por óbvio a Justiça faz o seu papel na mediação e para evitar qualquer tipo de abuso. Em Passo Fundo, as duas magistradas demonstraram agilidade e muita firmeza nas decisões. Mas, me pergunto, no que estas brigas judicializadas contribuem para o debate que deveria estar no espaço das proposições? Creio que em nada, já que os eleitores não definem o seu voto pelo resultado de uma ação judicial. Seria prudente, portanto, que estes últimos dias sejam de debates de ideias, afinal o cidadão quer saber mesmo é como os candidatos, se eleitos, querem administrar Passo Fundo nos próximos quatro anos. Simples assim! 



Detalhe

Um atento observador eleitoral comentou esta semana que esta é uma eleição atípica em todos os sentidos, assim como está sendo o ano de 2020. Por conta da pandemia, a campanha se concentrou na TV, rádio e nas redes sociais. Poucas carreatas, quase nada de bandeiraços (pelo menos até agora), pouca distribuição de santinhos. O tradicional corpo a corpo está muito restrito. Depois do resultado será possível fazer as análises em cima das estratégias adotadas por cada um.



Dada a largada

Chegaram na quarta-feira à tarde os convites para que autoridades locais e, talvez, regionais, participem do ato que vai marcar o início das obras do aeroporto Lauro Kortz. Está programado para hoje, às 12h40, com a presença do governador Eduardo Leite e o secretário de Infraestrutura Juvir Costela. Reforçando neste espaço que esta obra é resultado de um esforço coletivo e pluripartidário. 



História I

Para refrescar a memória, tudo começou em 2014, no governo da ex-presidente Dilma Rousseff, PT, quando lançou o Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional, que pretendia reformar 270 aeroportos regionais. Veio a crise, o Impeachment de Dilma e o novo presidente, Michel Temer, MDB, reduziu os investimentos em 2016, restando apenas 53 aeroportos, entre eles o de Passo Fundo. A licença ambiental foi dada em abril de 2016 e a licitação feita em 2018, pelo governador José Ivo Sartori, MDB. O consórcio vencedor foi Traçado- Engelétrica. 


História II

Com um ano de atraso, o projeto de execução da obra foi autorizado no começo de outubro deste ano pela Secretaria de Aviação Civil, na gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). E hoje, o governador Eduardo Leite, PSDB, assina a ordem de serviço. Em meio a todos os processos burocráticos iniciados há seis anos, lideranças de outros partidos também se envolveram na pressão pela obra do Lauro Kortz. Dito isso, é só comemorar. A região precisa urgentemente um aeroporto em melhores condições para atender a sua demanda. 



Operação 

Vai ser na etapa da obra da pista que o Lauro Kortz vai deixar de operar. A previsão é que isso ocorra num período de 120 dias, entre 11 de janeiro a 11 de maio de2021. O cronograma de toda a obra deve ser divulgado hoje pelo governo. 



Formação 

Dando uma pausa nas notas mais duras da política, trago essa informação bacana para Passo Fundo sobre a Auauqmia Pet Escola que forma profissionais com nível de conhecimento e técnicas internacionais. Durante o último feriado, a empresária passo-fundense e groomer Micheline Quintela Chagas Paschke acompanhou dois dos seus alunos em Campinas, onde se submeterem a provas de certificação internacional. Rodrigo Cavalheiro Carli e Rosana Zanata Kuhln voltaram ao Rio Grande do Sul com mais três certificados internacionais. A Auauqmia Pet Escola e especialista na formação de profissionais para trabalhar na área estética animal.





Gostou? Compartilhe