Crescimento com tecnologia e transformação digital

Projeto DNA está em fase avançada de implementação e possibilitará melhor experiência para colaboradores e estudantes

Por
· 2 min de leitura
(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
Você prefere ouvir essa matéria?

Há pouco mais de um ano e meio, um diagnóstico dos sistemas de gestão da Imed apontou a possibilidade de melhorias que possibilitassem ampliação da produtividade dos colaboradores, bem como melhorar as estratégias e os processos da operação e da jornada do aluno.

Assim, surgiu o projeto DNA - que busca atender essas necessidades identificadas, e que é composto por mais de 30 blocos de reestruturação que serão implantados ao longo de 28 meses, atendendo às necessidades acadêmicas e administrativas. “A partir deste projeto, que é estratégico, será possível também a expansão da Imed tanto para novas unidades como para novos negócios. Um dos seus objetivos é diminuir o retrabalho na operação e apuração dos resultados, e fazer uma integração em todas as áreas da empresa, com o intuito de ter mais consistência e transparência”, comenta a Vice-presidente Administrativa da instituição, Marilú Benincá de David.

O projeto DNA vai possibilitar a restruturação da forma de organização de todos os processos internos. “Melhorar os dias de fechamento dos resultados com o processo que é muito mais automatizado, certamente, é uma das principais vantagens. Além disso, nos possibilita ter ainda mais transparência e segurança nas informações”, acrescenta Marilú. 

A conclusão dessa reestruturação está prevista para ocorrer no final do ano que vem. “Temos uma grande expectativa com relação a aceleração dos processos, pois contribui tanto para a operação do setor financeiro, do Gestão de Pessoas, do RH, da Central de Atendimento quanto na jornada do aluno, que terá mais possibilidades de negociação com a instituição, protocolos mais automatizados e, futuramente, a discussão de um novo Portal do Aluno que contará também com matrícula online. Então, o que as pessoas podem esperar, tanto alunos como colaboradores, é que vamos entregar tecnologia para acelerar os nossos processos”, declara o Gerente de Centro de Serviços Compartilhados da Imed, Gabriel Prestes.

O projeto está sendo executado em parceria com a empresa mineira Decodificar, que possui foco em consultoria empresarial e soluções tecnológicas. Há seis anos ela atua no segmento educacional, estabelecendo parcerias com grandes players do mercado.

“Apoiamos clientes em busca de eficiência operacional, automação de processos de negócios e inteligência corporativa. Apoiar a Imed em seu crescimento e amadurecimento nos ciclos de gestão, processos e sistemas, tem sido nossa missão incessante, além de um grande privilégio para nosso time”, relata o CEO da Decodificar, Ricardi Fernandes.

O projeto DNA potencializa outros projetos estratégicos de inovação propostos pela Imed e que estão alinhados às práticas de mercado. Além disso, a ação demonstra que assim como o DNA humano é único, é considerado a base de todas as características dos seres vivos, a Imed também é assim. A Instituição é marcada por características únicas que permite desempenhar papel fundamental em diversas transformações que impulsionam a evolução da educação.  


Gostou? Compartilhe