Começa hoje Semana Lixo Zero

A iniciativa busca incentivar a educação ambiental e o descarte correto dos resíduos gerados no município

Por
· 2 min de leitura
A programação no município contará com mais de 80 ações sobre reciclagem, educação ambiental e consumo consciente (Foto: Divulgação)A programação no município contará com mais de 80 ações sobre reciclagem, educação ambiental e consumo consciente (Foto: Divulgação)
A programação no município contará com mais de 80 ações sobre reciclagem, educação ambiental e consumo consciente (Foto: Divulgação)
Você prefere ouvir essa matéria?

A partir de hoje (23) a 1º de novembro, cerca de cem cidades do Brasil estarão engajadas em ajudar o meio ambiente através da Semana Lixo Zero, ação promovida pelo Instituto Lixo Zero Brasil, que busca minimizar os impactos ambientais por meio do correto encaminhamento dos resíduos gerados pela população. O Rio Grande do Sul é um dos estados com maior número de cidades participantes. São 15 municípios incluindo Passo Fundo, que aderiu pela primeira vez à iniciativa.

A programação no município contará com mais de 80 ações sobre reciclagem, educação ambiental e consumo consciente. Entre as atividades está o desafio 1+1, criado para ajudar diversas famílias de recicladores que foram bastante prejudicadas com a pandemia. "A ideia é que cada colaborador separe 1 kg de recicláveis higienizados e 1 kg de alimentos não perecíveis. Os resíduos ajudam na geração de renda através da venda e os alimentos também ajudam diretamente os recicladores", afirma a bióloga Manoela Cielo, diretora da área ambiental da Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agronegócio (Acisa) de Passo Fundo e embaixadora do Lixo Zero Passo Fundo. Outras ações como implantação de coleta seletiva, 'Dia D' sem sacolas, lives e webnários sobre conscientização, que acontecerão de maneira online, também estão inclusas na programação.


Envolvimento da comunidade

Durante o mês de outubro, o grupo de voluntários que atua no Projeto Lixo Zero Passo Fundo convidou a população para participar da 'Semana'. "Surpreendeu muito nossas expectativas a quantidade de ações cadastradas. Por ser a nossa primeira adesão à Semana Lixo Zero ficamos muito felizes que várias pessoas, empresas e instituições de ensino entenderam bem o propósito dessa ação e aceitaram participar conosco", pontua Manoela, que destaca também a importância da participação das empresas. "É muito bom saber que tem empresas que querem evidenciar suas práticas de sustentabilidade porque, às vezes, na correria do dia a dia, tratam das questões ambientais de forma burocrática, sendo que tem muitos exemplos a serem divulgados e seguidos e que a população nem imagina que as empresas fazem", destaca a bióloga.

A primeira ação será transmitida ao vivo pelo canal do Lixo Zero Passo Fundo no YouTube, nesta sexta-feira (23), às 19h30min. Participam do encontro virtual o promotor de Justiça, Dr. Paulo Cirne, o secretário municipal de Meio Ambiente, Rubens Astolfi, o coordenador de formação do Projeto Transformação, Iltomar Sivieiro e a embaixadora do Lixo Zero Passo Fundo, Manoela Cielo. A apresentação será feita pelo acadêmico do curso de Engenharia Ambiental, João Felipe Freitag e a Engenheira Ambiental, Juliana Grazziotin. A programação completa e as atividades da Semana Lixo Zero Passo Fundo podem ser acompanhadas pelos canais oficiais do Lixo Zero Passo Fundo no Facebook e Instagram.


Coleurb participa da ação 

A Coleurb vai participar da Semana Lixo Zero, que ocorre pela primeira vez em Passo Fundo. A empresa de transporte urbano realizará uma ação com os seus colaboradores para arrecadar materiais recicláveis e alimentos não perecíveis, que serão destinados às cooperativas locais Coama, AreviI e Cootraempo. 

A presidente da Coleurb, Paula Bulla, destaca que a participação da empresa é uma forma de engajar os seus colaboradores e a sociedade a questões sociais e ambientais. “Nosso objetivo é de que esta ação evidencie que um pequeno gesto, como a doação de alimentos, recicláveis e o descarte correto, pode fazer muita diferença em nossa cidade”, afirma.

Gostou? Compartilhe