Acervo guarda memórias do Dr. César Santos

Espaço existente na Biblioteca da UPF é uma réplica da biblioteca pessoal do médico, ex-prefeito de Passo Fundo e um dos idealizadores do ensino superior no município

Por
· 1 min de leitura
Espaço conta com obras da biblioteca pessoal do consultório do Dr. César Santos, com 10,6 mil exemplares, entre livros e periódicos, além de móveis e arquivos (Foto: Leonardo Andreoli)Espaço conta com obras da biblioteca pessoal do consultório do Dr. César Santos, com 10,6 mil exemplares, entre livros e periódicos, além de móveis e arquivos (Foto: Leonardo Andreoli)
Espaço conta com obras da biblioteca pessoal do consultório do Dr. César Santos, com 10,6 mil exemplares, entre livros e periódicos, além de móveis e arquivos (Foto: Leonardo Andreoli)
Você prefere ouvir essa matéria?

Em meio aos mais de 450 mil exemplares físicos de livros e periódicos da Rede de Bibliotecas da Universidade de Passo Fundo (UPF) está o Acervo Especial César Santos. O espaço guarda mais de 10 mil exemplares pertencentes a César Santos, médico, cientista, ex-deputado estadual e federal, ex-prefeito de Passo Fundo, e um dos idealizadores do ensino superior em Passo Fundo e, consequentemente, da UPF.

Dr. César Santos teve relevante atuação na política e notório reconhecimento nacional e internacional como cientista e médico. Nasceu em Soledade, em 1904, e faleceu em 1970, aos 66 anos. Teve passagem por Porto Alegre e estabeleceu-se em Passo Fundo, na década de 1940. Foi um dos responsáveis pela implantação do ensino superior em Passo Fundo, por meio da criação da Sociedade Pró-Universidade de Passo Fundo (SPU), na década de 1950, e do Consórcio Universitário Católico (CUC), que deram origem à Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF) e, em 1968, à criação da UPF. “A importância do acervo se dá pelo significado da pessoa do Dr. César Santos, que foi um dos precursores na implantação do ensino superior em nossa cidade, presidindo a Sociedade Pró-Universidade de Passo Fundo, sendo um dos fundadores da UPF”, destaca a supervisora de Acervos Multimídias da Rede de Bibliotecas da UPF, Laíde Cristina Mühl.

Em 2001, a família do médico realizou a doação para a UPF das obras da biblioteca pessoal do consultório de Santos, com 10,6 mil exemplares, entre livros e periódicos. “O espaço existente na Biblioteca da UPF é uma réplica da biblioteca pessoal do Dr. César Santos, que ficava em seu consultório, na rua Bento Gonçalves”, revela Laíde.

O Acervo é utilizado principalmente por estudantes de mestrado e doutorado da Instituição. Uma das coleções mais utilizadas pelos alunos é a coleção Anais da Câmara de Deputados. “O acervo é composto por livros de todas as áreas: Medicina, Direito, História, Enciclopédias, Política e Cultura em geral. Além do acervo, também foram doados os móveis que faziam parte da biblioteca pessoal, como mesa, cadeira e arquivos”, ressalta a supervisora de Acervos Multimídias da Rede de Bibliotecas.

O espaço é fechado e, em outros períodos, pode ser consultado pela comunidade acadêmica e geral, no próprio local. Em virtude da pandemia de Coronavírus, a Biblioteca não está aberta para consulta local neste momento, realizando os pedidos de empréstimos apenas por e-mail: biblio@upf.br.


Gostou? Compartilhe