Unidade Móvel da Prefeitura levará atendimento médico para comunidades do interior

Além do profissional clínico geral, enfermeiros e técnicos de enfermagem também compõem a equipe do programa Saúde no Interior, lançado nesta terça-feira (13)

Por
· 2 min de leitura
Divulgação/ON Divulgação/ON
Divulgação/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Desde ontem (13), as comunidades dos distritos de Bela Vista, Pulador, Bom Recreio, Capinzal, São Roque/São Valentim e Sede Independência passarão a receber da Prefeitura, quinzenalmente, atendimentos médicos e acompanhamento clínico nas localidades em que residem. O programa ‘Saúde no Interior’, apresentado pelo prefeito Pedro Almeida e pela secretária de Saúde, Cristine Pilati, vai descentralizar os serviços oferecidos na rede municipal de saúde levando uma estrutura móvel de consultórios para as diferentes áreas rurais do município. A edição inaugural do projeto ocorreu no distrito de Bela Vista.

Para o prefeito, além de atender a uma antiga reivindicação destas comunidades, o Saúde no Interior representa um esforço da Administração em garantir a ampliação dos atendimentos em saúde para toda a população, permitindo ainda mais conforto aos pacientes que residem no interior de Passo Fundo. O programa é também resultado de uma parceria com a Faculdade de Medicina da Universidade de Passo Fundo (UPF). “Este esforço conjunto da Prefeitura e da Universidade vai trazer inúmeros benefícios para os moradores dos distritos. Estruturamos esta Unidade Móvel e vamos levar para o interior um serviço de qualidade, com resolutividade e possibilidade de melhorar as condições de vida de quem reside na área rural”, comentou Pedro.

Conforme Pedro, o programa contempla atendimentos em clínica geral e também a coleta de alguns exames, reduzindo a necessidade de deslocamento destes moradores para a cidade em busca de serviços básicos de saúde. “É uma ação que consideramos fundamental para o nosso interior. Neste primeiro momento, os atendimentos serão feitos apenas pelo médico, mas o nosso objetivo é ampliar os serviços através da inclusão de um profissional de odontologia. Vamos fazer os programas Saúde no Interior e Passo Fundo Sorri dialogarem entre si para promover avanços para toda a comunidade”, resumiu o chefe do Executivo.

 

Atendimentos

A secretária de Saúde explicou que a Unidade Móvel foi estruturada pela Prefeitura, que será responsável também pela locomoção e infraestrutura dos atendimentos, além de disponibilizar um enfermeiro e um técnico de Enfermagem para acompanhar as ações. “A UPF, por sua vez, encaminha um médico e professor do curso de Medicina e quatro acadêmicos de Medicina”, detalhou Cristine, reforçando que esta iniciativa da Unidade Móvel no interior significa um avanço para as comunidades interioranas. “Saúde no interior é dar condições e qualidade de vida para esta população”.

Os atendimentos, de acordo com a secretária, serão agendados nas Unidades de Saúde destes distritos e ocorrerão no interior da Unidade Móvel, que estará nos distritos em dias alternados. “Os deslocamentos da Unidade vão se dar nas terças, quartas e sextas-feiras, pelo turno da tarde, visitando os distritos quinzenalmente”, observou Cristine.

Participaram do ato inaugural do programa, o secretário de Interior, Cristiam Thans; o médico e professor da UPF que fará os atendimentos clínicos, Luiz Artur Rosa Filho; os sub-prefeitos dos distritos e vereadores.

 

Gostou? Compartilhe