OPINIÃO

Bom demais pra ser verdade? Realmente pode não ser

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A maior vantagem dos golpistas está na maior fraqueza de qualquer pessoa: o dinheiro. Bem ou mal, é ele que possibilita a realização de muitos dos nossos sonhos, explicando, talvez, o motivo pelo qual algumas pessoas ainda são levadas a acreditar na possibilidade de ganhar dinheiro de forma mais fácil. Quando uma “oportunidade” dessas aparece, o sonho parece ficar mais próximo e até quem acreditava estar imune à falsas promessas pode correr sérios riscos de se tornar mais uma vítima. Quando os golpistas utilizam um rosto ou nome conhecido, então, as chances se tornam ainda maiores.

Infelizmente parece que a pandemia fez inflar o problema que já era grande. A crise econômica e o maior consumo digital podem ser citados como principais motivos para o aumento no número de golpes. Hoje quase todo produto ou serviço pode ser facilmente comercializado ou pelo menos negociado pela internet, o que consequentemente também acaba ampliando a atuação de golpistas. A diminuição da renda de muitas famílias é outro fator que expõe ao risco. A busca por soluções mais adequadas ao novo orçamento familiar infelizmente faz com que descontos muito expressivos ou preços aquém do praticado pelo mercado tornem essas pessoas mais suscetíveis ao golpe. 

Por se tratar de operações envolvendo quantias consideráveis, o mercado imobiliário também é alvo de golpistas há bastante tempo. Um dos mais conhecidos é o golpe do aluguel, no qual um imóvel é negociado sem nenhum tipo de formalização, sob a condição de pagamento antecipado. Mesmo sendo um golpe conhecido na cidade, é possível perceber que de tempos em tempos ele ganha uma roupagem diferente na tentativa de passar despercebido. 

Geralmente começa com perfis falsos anunciando imóveis com valores de aluguel extremamente baixos nas redes sociais. As vítimas acabam sendo atraídas para um contato de WhatsApp e é então que a "oportunidade" começa a ficar suspeita. Os criminosos utilizam o nome e a imagem de empresas e profissionais conhecidos da área e solicitam um depósito antecipado para garantir a reserva do imóvel, antes mesmo que uma visita seja realizada. 

Para evitar cair na armadilha do falso aluguel é importante ter conhecimento de algumas coisas. Primeiro que o pagamento antecipado de aluguel não é uma prática comum entre as imobiliárias, assim como exigir que o pagamento seja realizado sem antes poder visitar o imóvel. Se isso acontecer, você já tem motivos suficientes para desconfiar de um golpe. Outro motivo de desconfiança são aluguéis sem a formalização de um contrato prevendo direitos e deveres de ambas as partes. Mesmo quando a locação ocorre direto com o proprietário, com as melhores intenções, a chance de algo dar errado e você sair prejudicado é muito grande. Qualquer pagamento de aluguel, necessita de um contrato.

Por fim, e não menos importante, não hesite em buscar informações sobre quem está anunciando. Se for um nome conhecido, certifique-se de que se trata realmente da pessoa ou empresa que o anunciante diz ser ou representar. Busque perfis oficiais na internet, visite os sites das imobiliárias, entre em contato pelos canais oficiais e procure referências confiáveis. 

O acesso à informação hoje é muito fácil. Fácil para mal intencionados, mas também para que qualquer cidadão possa buscar informações sobre a procedência de produtos ou serviços oferecidos na internet. Desconfie. Se proteja. Busque informações.

Gostou? Compartilhe